F3 Sulamericana: Equipes de olho na previsão do clima em Buenos Aires

Há até o medo de ficar impraticável realizar corridas caso a chuva seja muito intensa.


Um olho no céu, outro na tela do computador. Chefes de equipe, engenheiros e pilotos não param de consultar as previsões do tempo já que a ameaça de chuva é uma constante em Buenos Aires, capital da Argentina, onde o Campeonato Sul-Americano de Fórmula 3 e o Campeonato Brasileiro de Stock Car realizam corridas. A chuva já causou grandes transtornos na sexta-feira, quando os treinos da F-3 quase foram cancelados e os boxes da Stock acabaram alagados. Logo mais, às 18h35, a categoria sul-americana disputará sua 13ª etapa, e todos estão apreensivos:


“A pista esteve perfeita na manhã deste sábado, quando disputamos a 12ª etapa”, comentou Eduardo Bassani, chefe da equipe de Diego Nunes (Chocolates Garoto/Aura), vencedor da corrida após uma recuperação emocionante. “Mas, se chover, nós teremos que mudar totalmente o acerto dos carros e vamos para a corrida sem poder experimentar antes este acerto. Será uma loteria”, completa o próprio Diego, que torce pela estabilidade do tempo.


Para o domingo, os sites de meteorologia como os da rede norte-americana de televisão CNN e o brasileiro Climatempo apontam tempo 100% nublado e certeza de chuva em boa parte do dia. “Dependendo da quantidade de água, talvez não consigamos nem disputar a corrida”, diz Diego. “O piso do circuito ficha repleto de poças e como competiremos em um traçado trioval o risco de acidente é muito grande”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *