F3 Sulamericana: Ernesto Otero acredita na vitória correndo em sua “segunda casa”

Piloto da equipe Razia Sports tem raízes em Rio Grande, seu reduto durante boa parte do ano, e garante que correr em Tarumã é, para ele, quase tão natural quanto competir no Rio de Janeiro.

Neste fim de semana, o carioca Ernesto Otero estará distante cerca de 1.700 quilômetros de seu apartamento no Rio de Janeiro, onde vive com a família, mas afirma que se sentirá em casa durante a segunda rodada da Fórmula 3 Sul-Americana – no Autódromo de Tarumã, na Grande Porto Alegre. E o motivo são as fortes ligações de sua família com Rio Grande, uma das maiores cidades do Rio Grande do Sul e seu reduto durante boa parte do ano.

Estreante na categoria mais rápida do continente, Otero também se sente um representante gaúcho nas corridas deste sábado (28) e domingo (29), e afirma que aguardou com ansiedade a chegada de uma das etapas mais difíceis para os pilotos em toda a temporada. “Por causa das características desafiadoras da pista de Tarumã, todos estávamos muito ansiosos pela chegada destas corridas”, declarou. “Para mim essa pista é minha segunda casa e por isso estou bastante confiante em conquistar um resultado positivo no fim de semana”, acrescentou.

Vindo da Fórmula Renault, onde competiu por equipe própria, o piloto carioca disputa a Fórmula 3 Sul-Americana em 2007 pela Razia Sports, e tem boas recordações da pista gaúcha. No ano passado, ele foi quinto colocado na categoria-escola da Renault e conquistou seu primeiro bom resultado na temporada. “Fui ao pódio em Tarumã e espero repetir o resultado neste fim de semana. Mas na Fórmula 3 só os três primeiros recebem troféus, e por isso precisarei ir um pouco além para atingir meu objetivo”, completou.

A equipe Razia Sports, de propriedade do pai do atual campeão da categoria, Luiz Razia, trabalhou intensamente no carro de Ernesto Otero após a rodada dupla de abertura do campeonato, realizada em São Paulo. O objetivo foi corrigir uma deficiência de aderência na parte dianteira do Dallara-Berta do piloto, que o impediu de brigar pelo pódio em sua estréia na categoria.

“As primeiras corridas tiveram um saldo positivo porque, mesmo com problemas no carro conseguimos nossos primeiros pontos no campeonato. E isso é sempre animador. Trabalhamos muito nesse intervalo e estou bem mais confiante para essa corrida, já que o comportamento do meu carro é outro depois dos últimos testes que fizemos em São Paulo”, encerrou Otero.

A liderança da temporada de 2007 da Fórmula 3 Sul-Americana é do mineiro Clemente Faria Jr., que venceu as duas primeiras corridas do ano e soma 20 pontos. O segundo colocado na tabela, com 16, é o paulista Fernando Galera. Ernesto Otero levou a Razia Sports à posição de melhor equipe estreante neste início de campeonato, e está em quinto na classificação geral com cinco pontos. Confira a programação da Fórmula 3 Sul-Americana para o fim de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *