F3 Sulamericana: Henrique Lambert consegue sua primeira vitória da temporada

O piloto carioca aproveitou a relargada após a entrada do safety car para assumir a primeira posição e deixou Leonardo Cordeiro a 2 pontos de uma vitória antecipada.

Hoje a equipe Razia Sports pode comemorar sua primeira vitória na temporada 2009 da Fórmula 3 Sul-Americana. O feito foi do carioca Henrique Lambert, que com o resultado assume o terceiro lugar no campeonato, com 65 pontos.

 

O piloto já vinha competitivo, correndo em segundo lugar atrás do líder do campeonato, Leonardo Cordeiro (Cesário Fórmula), que estava isolado na frente. No meio da prova um acidente com o carro de Nilton Molina, que saiu da pista ao final da reta de largada, parou em posição muito perigosa e fez a direção de prova optar pela entrada do safety car na pista. O fato mudou o cenário da prova, especialmente para Leonardo Cordeiro, que viu a distância de mais de 13 segundos para o pelotão formado por Lambert, Cantelli, Foresti e Igor Veras, desaparecer.

 

Lambert aproveitou a relargada e na volta seguinte já assumiu a liderança que segurou até o final. Se ontem Igor Veras ficou praticamente à margem da prova, hoje também deu seu show, partindo pra cima e ultrapassando Foresti e Cantelli, conquistando o terceiro lugar. Algumas voltas depois foi a vez de Lucas Foresti ultrapassar Claudio Cantelli Jr, que dava claros sinais de perda de rendimento.

 

Hoje, na corrida das 14h30, Leonardo Cordeiro entra com 28 pontos de diferença em relação ao seu adversário na disputa pelo título, Cláudio Cantelli Jr (Bassan Motorsport), e se sair com pelo menos 20 pontos de diferença será o campeão da temporada no Autódromo Internacional de Campo Grande.

 

Na categoria Light, o vencedor foi Henrique Martins (Cesário Fórmula Jr), que, embora estivesse na última colocação do grid fez uma largada sensacional pelo lado de fora da pista, deixando seus oponentes para trás. De quebra, colocou dois carros da categoria A entre o seu e o do líder do campeonato e colega de equipe Raphael Abbate, conseguindo assim administrar sua corrida e diminuir de 10 para 8 pontos a diferença em relação a Abbate.

 

Bruno Andrade, da MX Sports, que vinha em uma campanha de recuperação nas últimas 6 corridas (3 vitórias e 3 segundos lugares) teve problemas no câmbio, mas correu o suficiente para pontuar um terceiro lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *