F3 Sulamericana: Leonardo Cordeiro larga na pole, faz a melhor volta mas não pontua

Para Leonardo Cordeiro a oitava etapa do Sul-Americano de F-3, em Interlagos, foi daquelas para serem esquecidas. Dono da pole, ele fez a volta mais rápida (1m30s725), foi quase dois segundos mais veloz que seus adversários nas últimas passagens, mas recebeu a bandeirada em décimo, depois de ter cumprido três drive thru.(passar pelos boxes em baixa velocidade).

A vitória ficou com Nelson Merlo, que ocupa a terceira colocação, com 46 pontos. O líder do campeonato, que não marcou pontos, é Pedro Enrique, com 54. Em segundo, com 48, está Denis Navarro, que chegou a participar da solenidade do pódio depois de ter sido o segundo a cruzar a linha de chegada, mas caiu para sétimo após ser punido com acréscimo de 20 segundos. Leonardo Cordeiro com 35 pontos, ocupa a quarta colocação.

A prova começou com um enrosco logo na primeira curva, envolvendo Navarro, Leonardo Souza, Pedro Enrique e Fernando Galera. Os dois últimos não conseguiram seguir na prova, e o acidente provocou a entrada do safety car. Leonardo Cordeiro, que escapara da confusão,  recebeu a sinalização de que teria que cumprir um drive thru, por queima de largada, quando iniciava mais uma volta. Ele resolveu entrar de imediato, mas como o safety car estava na pista, esta passagem pelos boxes não foi considerada para cumprir a punição.  Como entrara acima dos 60 km/h determinados pelo regulamento, Leonardo acabou sendo obrigado a passar outras duas vezes em ritmo lento pelos boxes. Uma para cumprir a pena pela queima de largada, e outra por causa do excesso de velocidade na primeira entrada. Desse modo, o mais jovem piloto do campeonato viu suas chances de vitória serem reduzidas a pó.

A prova ainda teve um lance inusitado. O carro de Galera, colocado pelo resgate na segunda perna do S, retornou sozinho para a pista, quase provocando mais um acidente. As voltas finais foram empolgantes, com Navarro tentando seguidas vezes a ultrapassagem sobre Merlo, que assumira a ponta com as punições de Leonardo. Mas o piloto da Equipe RC3 Bassani soube se manter em primeiro. Denis Navarro, o segundo a cruzar a linha de chegada, ainda participou da cerimônia do pódio, mas cedeu a posição para Daniel Landi depois da punição com 20 segundos, por causa da confusão na largada. Lú Boesel subiu para a terceira colocação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *