F3 Sulamericana: Rápida evolução de novatos tornou competição imprevisível

Pontuação equilibrada e nível próximo entre competidores trarão disputas ainda mais acirradas na opinião de Felipe Ferreira.

Grande quantidade de novatos, equipes experientes na formação de talentos, aliados aos esforços para colocar a maior categoria de monopostos do continente de volta em alta, estão dando à Fórmula 3 Sul-americana a competitividade que tanto se esperava em 2007. Com a média de 17 carros na pista e uma rápida evolução dos jovens pilotos, a expectativa para a competição após duas rodadas duplas é de que a classificação fique ainda mais acirrada, mesmo com a liderança do mais experiente do certame, o mineiro Clemente Faria Junior (Cesário Fórmula).

Na primeira etapa, em Interlagos (SP), o domínio foi de Clemente Faria, com duas vitórias. Já em Tarumã (RS), o show foi dos novatos: no sábado, o brasiliense Geovani Cerutti (Castilho Motorsport) e o paulista Felipe Ferreira (Webmotors/CVC/Center Cargo/Hip Telecom/Puma) fizeram a festa e terminaram em primeiro e segundo lugares, respectivamente, enquanto que no domingo Cerutti mostrou a que veio e subiu no topo do pódio novamente, trazendo Clemente em segundo. “A vitória do Geovani provou que os novatos podem, com preparo adequado, lutar de igual para igual pela vitória com os mais adaptados ao Dallara-Berta da modalidade”, opinou Felipe.

Para muitos, a pontuação não condiz com o desempenho neste início de temporada, como é o caso do próprio Felipe Ferreira. Sempre andando entre os cinco mais rápidos nos treinos oficiais das quatro etapas disputadas, o piloto da equipe Bassan Motorsport enfrentou problemas tanto na abertura do campeonato quanto na última oportunidade. “Acabei saindo de São Paulo sem pontuar, apesar de ter largado nas duas corridas entre os cinco primeiros e ter recebido a bandeirada da segunda em terceiro”, relembrou Ferreira.

“Consegui um desempenho ainda melhor no Rio Grande do Sul, onde larguei novamente entre os cinco primeiros nas duas competições e subi no pódio com o segundo lugar na primeira prova. Na etapa de domingo, o carro teve problema na embreagem logo no início, e tive que fazer uma corrida sem erros para terminar em um sexto lugar”, comentou o representante da Webmotors/CVC/Center Cargo/Hip Telecom/Puma que está exatamente na sexta colocação do campeonato, somando 11 pontos.

A classificação encontra-se muito equilibrada. Mesmo com a liderança isolada de Clemente Faria, com 28 pontos, a vice-liderança tem um empate entre Fernando Galera (PropCar) e Geovani Cerutti, cada um somando 21 tentos. Na quarta posição, novamente dois pilotos juntos, Dennis Navarro (Bassani Racing) e Fabio Beretta (Bassani Racing) com 12, seguidos de Felipe Ferreira com 11, e outros três pilotos com 10 pontos: Ernesto Otero (Razia Sports), Mario Romancini (Cesário Fórmula) e Rafael Suzuki (Cesário Fórmula). “Nas próximas etapas os resultados serão vitais para ganharmos vantagem sobre este grupo que está muito próximo na tabela, e assim podermos planejar objetivos maiores”, avaliou Ferreira, representante da Webmotors, CVC, Center Cargo, Hip Telecom e Puma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *