FIA GT: Boni supera expectativas e companheiros de equipe na Inglaterra

O piloto brasileiro, que estréia no FIA GT, foi mais rápido que

o experiente Klaus Ludwig na primeira sessão de treinos.


A programação do FIA GT ganhou uma novata. Pela primeira vez, nesta sexta-feira (05), em Silverstone, na Inglaterra, os carros da GT3 entraram na pista para atividades oficiais. No total, foram 42 carros de oito tipos diferentes, guiados por pilotos das mais diversas nacionalidades. Era tudo o que os organizadores queriam. Quem também teve bons motivos para terminar o dia feliz foi Paulo Bonifácio, o único brasileiro no grid da GT3, que fez um ótimo treino pela manhã. Disputando sua primeira competição internacional, ele levou o Corvette Z06.R da equipe Carsport Callaway ao nono lugar na primeira sessão, superando a dupla principal do time, os experientes Klaus Ludwig/Uli Berberich-Martini.

           
Boni, que compete em dupla com o italiano Marco Panzavuota, tinha condições de ficar entre os seis mais rápidos no período da tarde, mas eles completaram apenas 11 voltas e nem chegaram a colocar pneus novos (que rendem até dois segundos melhor). O motivo foi um problema de embreagem, que atrapalhou a programação. “Só treinamos com pneus usados e estou muito satisfeito com o que conseguimos aqui. Para quem está apenas começando, acho que foi ótimo. A outra dupla da nossa equipe ficou em quarto no fim do dia e acredito que se não fosse o problema na embreagem estaríamos ali, junto com eles. Pelo menos ficou claro que temos condições de andar entre os dez primeiros”, analisa Boni.



O que deixou Boni mais animado foi a velocidade de adaptação ao carro e ao campeonato. Conhecer o equipamento rapidamente é condição fundamental numa categoria que não oferece muitos treinos em razão da programação apertada. Neste sábado (06), às 07h20 no horário de Brasília, os pilotos parte para o treino de classificação e às 12h20 será disputada a primeira corrida. A segunda prova do fim de semana está marcada para domingo (07), às 07h45. As corridas têm duração de uma hora e exigem a troca de piloto. “Tem tudo para ser um fim de semana bastante positivo”, acredita Boni, piloto da Stock Car Light no Brasil.

Foto: Photo4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *