FIA GT1: Brasileiros dominam pré-classificação do Mundial FIA GT1 em Interlagos

Experiência fez a diferença no desempenho dos brasileiros, que lideraram os dois primeiros treinos da categoria

Os pilotos brasileiros dominaram a sessão pré-classificatória do Mundial FIA GT1 nesta sexta-feira (26) no Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace. Os quatro carros com representantes do País ocuparam as quatro primeiras posições da última atividade de pista antes da classificação, que está marcada para 09h00 deste sábado (27).

Ao lado de Cláudio Dahruj em um Corvette Z06, Sérgio Jimenez cravou a volta mais rápida: 1min33s024. “É uma pista bem difícil, com muitos ‘truques’ de traçado, e ela está um pouco estranha hoje, está difícil encaixar uma volta boa, está escorregadia nas freadas. Mas foi legal, eu não conhecia o carro, saí de pneu zero e fiz um bom tempo. Estou bem contente”, disse Sérgio Jimenez.

“Se passarmos para o Q3 na classificação, temos chances de um bom resultado”, acrescentou. Seu parceiro, Cláudio Dahruj, também ficou animado com o desempenho, mas disse que espera mais dificuldades para o fim de semana. “O conhecimento da pista ajudou, mas acho que amanhã será mais difícil. O pessoal treinou bastante e logo alcançam os brasileiros. Hoje foi só uma preliminar”, disse.

Na segunda colocação, ficou a dupla formada por Daniel Serra e Chico Longo, com 1min33s073. Serra também acredita que a experiência dos brasileiros ajudou no resultado de hoje. “Eu não achei que fosse fazer tanta diferença, talvez os pilotos que não conhecem a pista ainda estejam sofrendo um pouco para acostumar com as ‘manhas’ do traçado”, afirmou o piloto, que guia um Maserati MC12.

Logo atrás do carro de Serra e Longo, com o tempo de 1min33s251, ficou o Lamborghini Murciélago R-SV de Ricardo Zonta, que faz dupla com o alemão Frank Kechele. Com base nos resultados do dia, o piloto paranaense se mostrou confiante para a prova. “Nós ainda temos recursos para fazer o carro ser mais rápido, e podemos ser otimistas. Espero que os brasileiros completem o pódio”, disse Zonta.

“A experiência pesou com certeza, mas é preciso ressaltar que os carros com pilotos convidados somente para esta prova ganharam um jogo de pneus novos a mais, e eles começaram a trabalhar com os jogos novos antes do que os outros pilotos”, acrescentou Ricardo Zonta. Frank Kechele, que disputa a prova ao lado de Zonta, corre pela primeira vez no Brasil.

“Eu tive um pouco de dificuldades, porque na manhã eu corri só com pneus muito velhos e consegui fazer somente duas voltas com pneus novos durante a tarde. Então espero melhorias ao longo do fim de semana”, disse o alemão, que ainda elogiou o desempenho dos pilotos brasileiros.

Na quarta colocação, fechando o grupo que dominou a sessão pré-classificatória, ficou o Maserati MC12 de Xandinho Negrão e Enrique Bernoldi, que chegou a ocupar a liderança da lista de tempos no início do último treino. A sessão viu os brasileiros se revezarem na ponta, até que Sérgio Jimenez e Cláudio Dahruj cravaram a melhor volta a 40 minutos do fim.

Faltando 32 minutos para o encerramento da atividade, uma fina garoa caiu no circuito paulistano por poucos minutos, e depois ninguém baixou os tempos de volta. O Maserati MC12 dos líderes do campeonato, o italiano Andrea Bertolini e o alemão Michael Bartels, acabou apenas na nona posição, a 0s462 dos líderes.
O primeiro treino livre do Mundial FIA GT1 em Interlagos também foi dominado pelos brasileiros, que fizeram dobradinha na sessão da manhã desta sexta-feira. Enrique Bernoldi e Xandinho Negrão ficaram na primeira posição, e foram seguidos por Daniel Serra e Chico Longo. O Mundial FIA GT1 faz uma corrida já neste sábado, a prova classificatória, marcada para 14h30.

A corrida principal será no domingo (28) às 15h00 com transmissão ao vivo da RedeTV!

O RESULTADO DA PRÉ-CLASSIFICAÇÃO EM INTERLAGOS
1°. Cláudio Dahruj/Sérgio Jimenez (Corvette Z06), 1:33.024
2°. Chico Longo/Daniel Serra (Maserati MC12), 1:33.073
3°. Ricardo Zonta/Frank Kechele (Lamborghini Murciélago R-SV), 1:33.251
4°. Enrique Bernoldi/Xandinho Negrão (Maserati MC12), 1:33.266
5°. Richard Westbrook/Thomas Mutsch (Ford GT), 1:33.272
6°. Michael Krumm/Peter Dumbreck (Nissan GT-R), 1:33.350
7°. Bas Leinders/Máxime Martin (Ford GT), 1:33.408
8°. Karl Wendlinger/Henri Moser (Nissan GT-R), 1:33.431
9°. Andrea Bertolini/Michael Bartels (Maserati MC12), 1:33.486
10°. Stefan Mucke/Christoffer Nygaard (Aston Martin DB9), 1:33.639
11°. Marc Hennerici/Alexander Margaritis (Corvette Z06), 1:33.704
12°. Marc Basseng/Christophe Bouchut (Lamborghini Murciélago R-SV), 1:33.728
13°. Darren Turner/Tomas Enge (Aston Martin DB9), 1:33.738
14°. Peter Kox/Christopher Haase (Lamborghini Murciélago R-SV), 1:33.847
15°. Frédéric Makowiecki/Yann Clairay (Aston Martin DB9), 1:33.865
16°. Neel Jani/Nicolas Armindo (Ford GT), 1:33.915
17°. Warren Hughes/Jamie Campbell-Walter (Nissan GT-R), 1:34.002
18°. Clivio Piccione/Jonathan Hirsch (Aston Martin DB9), 1:34.063
19°. Alex Müller/Altfrid Heger (Maserati MC12), 1:34.220
20°. Nicky Pastorelli/Dominik Schwager (Lamborghini Murciélago R-SV), 1:34.244
21°. Matteo Bobbi/Markus Palttala (Ford GT), 1:34.268
22°. Max Nilsson/Seiji Ara (Nissan GT-R), 1:34.337
23°. Duncan Huisman/Pertti Kuismanen (Corvette Z06), 1:34.360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *