Fórmula 3: Felipe Drugovich foi destaque na segunda prova da França

No último domingo (23), em Paul Ricard, na França, o brasileiro Felipe Drugovich voltou à pista para a disputa da segunda prova válida pela 2ª etapa do Campeonato de Fórmula 3 FIA. Disposto a se recuperar dos problemas causados por um pneu furado na largada da corrida 1, no sábado, o piloto da Carlin Buzz Racing foi um dos bons destaques do domingo.

No sábado, ainda na largada, o piloto de Maringá (PR) recebeu um toque de um concorrente, que acabou causando o furo de um dos pneus de seu carro. Obrigado a um pit stop inesperado, Felipe Drugovich voltou à pista e marcou a melhor volta da prova por várias vezes, até conquistá-la em definitivo.

Animado com o bom rendimento de seu carro, Felipe Drugovich partiu para a segunda corrida da rodada no domingo. Largando em 19º, o brasileiro fez uma bela prova, superou vários concorrentes e recebeu a bandeirada em 10º.

“A segunda corrida foi relativamente boa, pois pude novamente comprovar que eu estava rápido. Eu tinha um bom ritmo, consegui boas ultrapassagens, mas depois, no meio do ‘bolo’, a gente perde pressão aerodinâmica e isso faz com que os pneus se aqueçam mais rapidamente”, disse Felipe Drugovich. “Então, a partir desse momento, não consegui mais extrair o máximo do meu carro”, completa.

Depois de destacar-se em ambas as provas da rodada francesa do Campeonato de Fórmula 3 FIA, Felipe Drugovich fez um pequeno balanço de sua participação. “Foi, ao fim de tudo, um final de semana onde temos vários pontos positivos. Estive sempre muito rápido, mas poderia ter sido muito melhor se não fosse o furo do pneu no sábado. Eu tinha condições de chegar entre os oito primeiros na primeira prova e certamente mais à frente na segunda”, lamenta o campeão do Euroformula 3 Open do ano passado, com 14 vitórias em 16 corridas.

Na próxima sexta-feira (28) Felipe Drugovich e a categoria retornam à pista para a disputa da 3ª etapa. Mais uma vez com duas baterias, a rodada será realizada na Áustria, no Red Bull Ring.

“Evoluímos o carro ao longo de todo o final de semana e sabemos o que temos que melhorar para a Áustria”, anima-se Felipe Drugovich, 18 anos. “Estamos confiantes para a rodada no Red Bull Ring”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *