FRenault: “Para mim, o dia foi curto demais”, afirma Dudu Santos

Piloto deu apenas cinco voltas rápidas pelo circuito, apesar da quinta-feira ter sido marcada por uma maratona de três treinos livres no Autódromo de Brasília.

Apesar da quinta-feira (1/6) ter sido de muito trabalho para as equipes da Fórmula Renault Brasil no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília, nem todos os pilotos puderam aproveitar as três sessões de treinos livres que marcaram o dia de maior atividade para a categoria na rodada deste fim de semana. Marcados por poucos acidentes, os treinos desta quinta-feira tiveram nos problemas mecânicos o maior inimigo de alguns dos inscritos, entre eles o carioca Dudu Santos (Dragão Motorsport).

“Foi um dia longo para os outros, mas muito curto para mim”, disse ele, que retornou à categoria graças ao patrocínio da Spirit, empresa premiada internacionalmente pelo design inovador de sua linha de produtos – que engloba ventiladores de teto, guarda-sóis, raquetes de frescobol e controles remoto. “Dei apenas cinco voltas rápidas na última sessão e consegui o oitavo tempo, o que me deixou bastante satisfeito. É um pouco frustrante passar por um dia difícil como esse, mas o lado positivo é que todos os problemas parecem ter ocorrido hoje. Espero que amanhã meu carro esteja 100%, para que eu possa brigar na frente”, completou.

No início dos treinos, Dudu foi atrapalhado por um problema de câmbio, e na sessão seguinte, por falha na bateria do carro. Nesta sexta-feira a Fórmula Renault terá mais uma sessão livre de 45 minutos, à partir das 11h25. A tomada de tempos para a primeira prova começa às 15h55. No sábado serão realizados mais um treino de classificação (às 9h45) e a primeira corrida da rodada, marcada para as 14h13. No domingo, a corrida final começa às 14h28.

Comente essa notícia em nosso Fórum!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *