FRenault: Sérgio Alves marca pontos em Curitiba, mas lamenta problemas no carro

Piloto pontuou nas nove etapas disputadas até aqui, mas esperava estar no pódio na prova paranaense.

A 9ª etapa da Fórmula Renault Brasileira não teve o final esperado pelo carioca Sérgio Alves (Coveli), da equipe Full Time. Na prova realizada neste domingo (dia 20), no autódromo internacional de Curitiba (PR), o piloto foi o décimo colocado, depois de enfrentar alguns problemas com o carro no início da corrida. A vitória ficou com o paulista Douglas Soares, que completou as 25 voltas em 35min27s351.

O líder Felipe Lapenna terminou na segunda posição e agora soma 228 pontos na classificação geral do campeonato. Douglas aparece em segundo, com 162 pontos. O gaúcho Vinícius Quadros, que largou na pole em Curitiba, foi o terceiro colocado e permanece também nesta posição na tabela da competição (143 pontos).

Alves, que largou em nono, manteve a sexta posição no campeonato, com 65 pontos. Além do líder Lapenna, ele é o único piloto que marcou pontos em todas as etapas deste ano. Na primeira prova em Tarumã, quando ficou além da décima colocação, ele acabou marcando um ponto pela volta mais rápida.

“Na largada, ganhei uma posição e, nas primeiras voltas, consegui manter um bom ritmo. No entanto, quando os pneus esquentaram, o carro começou a sair muito de frente e perdi algumas posições”, comentou o carioca, que chegou a estar em 12º.

Quando o carro melhorou, Alves perdeu muito tempo atrás de um dos carros e quando conseguiu a ultrapassagem, a diferença para os que estavam à frente era muito grande. “Na segunda metade da prova, o carro melhorou e pude brigar para ficar entre os 10, mas já era tarde para chegar nos pilotos que estavam mais à frente e que conseguiram abrir vantagem”, lembrou.

“De todas as corridas, acho que essa acabou sendo a mais frustrante, porque corri em condições normais. Não foi como Tarumã, onde levei um drive thru e depois larguei em último. Então é óbvio que fiquei chateado com o resultado. A expectativa era muito boa e, se eu não tivesse enfrentado esse problema do carro estar dianteiro no início da prova, com certeza, daria para estar entre os seis”, completou.

A próxima etapa da Fórmula Renault será disputada dia 10 de setembro, em Vitória (ES).

Os melhores na 9ª etapa da Fórmula Renault:
1º) Douglas Soares (SP), 25 voltas em 35min27s351 (média de 156.32 km/h)
2º) Felipe Lapenna (SP), a 0s732
3º) Vinicius Quadros (RS), a 0s941
4º) Galid Osman Duda (PR), a 2s127
5º) Mario Romancini (SP), a 9s967
6º) Pedro Nunes (PR), a 17s822
7º) Ernesto Otero (RJ), a 18s718
8º) Rick Rosin (SC), a 19s345
9º) Rodrigo Barbosa (SP), a 19s533
10º) Sérgio Alves (RJ), a 29s221
11º) Rodolpho Santos ( ), a 33s160
12º) Fernando Galera (SP), a 33s909
13º) Bruno Barbosa (DF), a 37s471
14º) Leonardo de Souza (SC), a 54s502
15º) Ivan Rossoni (PR), a 1min01s239

Os melhores no campeonato, após nove etapas:
1. Felipe Lapenna 228 pontos
2. Douglas Soares 162
3. Vinicius Quadros 143
4. Dudu Santos 99
5. Claudio Cantelli 75
6. Sérgio Alves 65
7. Mario Romancini 64
8. Willian Starostik 58
9. Duda Galid 57
10. Bruno Barbosa 52

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *