GP2: Finalmente, Razia pode correr em Spa

Baiano ficou fora da edição de 2009, quase viu carreira ruir, e será único brasileiro no grid da etapa deste ano; “Não sinto orgulho nenhum em ser o único”, destaca

Luiz Razia chega ao circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica, para disputar a antepenúltima rodada dupla da GP2 um ano após quase ver sua carreira ir por água abaixo. O baiano, que hoje corre pela Rapax, não disputou a rodada de 2009 depois que sua equipe, a Coloni, foi proibida de competir.

Na época, os carros da Coloni foram apreendidos por um mandado judicial solicitado por Andy Soucek (ex-parceiro de Razia como test-driver na Virgin), que era contratado do time no ano anterior, quando este operava como Fisichella Motorsport. E Razia foi obrigado a ficar parado, sem saber qual seria o futuro da equipe e de sua carreira. “Esta foi uma das etapas mais difíceis da minha vida”, relembra. “Foi difícil resolver a situação para a corrida seguinte, em Monza, onde venci pela primeira vez na GP2.”

Neste ano, no entanto, a Coloni se vê em outra situação envolvendo um brasileiro: Alberto Valerio, que competia regularmente pelo time italiano, anunciou sua não participação na etapa por problemas financeiros, sendo substituído pelo português Álvaro Parente. Isso significa que Razia será o único brasileiro no grid da GP2 em Spa, algo inédito na categoria desde sua criação, em 2005.

“Não tenho nenhum orgulho de ser o único brasileiro no grid da GP2 e, sim, fico triste em correr sem compatriotas na categoria. Isso sabendo que outras equipes levarão patrocínios brasileiros em seu carro”, lamenta. “O Brasil necessita ajudar seus pilotos e não destruí-los. Ser patriota é muito importante no automobilismo, pois quando vencemos, levamos a bandeira de nosso país para o alto do pódio”, comenta.

Como único representante do Brasil na pista, Razia chega a Spa-Francorchamps em alto astral, já que passou alguns dias semanas descansando e cumprindo compromissos profissionais em São Paulo e na Bahia, conseguindo até curtir a etapa da Stock Car em Salvador: “Me diverti bastante no Brasil ao ver velhos amigos e dividir minha opinião com a imprensa brasileira, com a qual tenho uma ótima relação. Espero facilitar o trabalho dos jornalistas com bons resultados daqui pra frente.”

O retrospecto também ajuda o piloto baiano. Ele já venceu e marcou a pole-position no circuito de 7.004 metros quando corria na F-3000 europeia, e espera usar isso com inspiração. “Estou muito confiante para retormar meus bons resultados na temporada com bons pontos na minha estreia pela GP2 em Spa”, anima-se Razia, que vê o clima, e não a classificação, como a chave para a rodada dupla. “A classificação não é mais problemas, mas, sim, solução. Só que tudo depende do clima do final de semana”, completa.

Programação do fim de semana em Spa-Francorchamps*

Sexta-feira, 26 de agosto
6h55: Treino Livre
10h55: Classificação

Sábado, 27 de agosto
10h40: Corrida 1

Domingo, 28 de agosto
5h35: Corrida 2

* – Horários de Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *