GP2 Series: Após 2 pódios em Barcelona, Di Grassi está pronto para Mônaco

Brasileiro corre neste sábado em Mônaco. O piloto gosta de circuitos de rua e já venceu uma das provas mais tradicionais do automobilismo nesse tipo de pista, o GP de Macau.

Os 26 pilotos da Fórmula GP2 desembarcam essa semana em Mônaco para a disputa da corrida mais charmosa do calendário nas ruas do Principado. O brasileiro Lucas di Grassi, que já venceu uma das provas mais tradicionais do automobilismo nesse tipo de circuito, o GP de Macau, está ansioso para correr a 5ª etapa da temporada 2007.

Os treinos para a etapa, a única do calendário que não acontece em rodada dupla, terão início na quinta-feira (dia 24). Na sexta (25), os pilotos definem o grid de largada e disputam a corrida no sábado (26), a partir das 11 horas (de Brasília).

Di Grassi chega à prova embalado pelos dois pódios conquistados na etapa passada, em Barcelona (Esp), quando foi o terceiro colocado nas duas corridas.

“Mônaco é especial por ser o único circuito de rua do calendário. Além disso, existe todo um glamour e um clima especial durante o final de semana, o que faz do evento o mais singular do ano”, comentou Di Grassi, de 22 anos.

“Venci o Grande Prêmio de Macau em 2005, uma das provas mais tradicionais do automobilismo. Sempre gostei de pilotar na rua”, destacou o piloto, que disputou sua primeira prova em Mônaco no ano passado, já na GP2, quando registrou a volta mais rápida da corrida.

Com 3,340 km de extensão, o traçado pelas ruas de Monte Carlo tem os guard-rails muito próximos, o que não permite erros e exige concentração total dos pilotos. Como ultrapassar é quase impossível, classificar-se na frente do grid é mais crucial em Mônaco do que qualquer outra pista do calendário.

“Largar na frente, além de ser necessário para se fazer uma boa prova, também diminui o risco de acidentes, causados pelo pelotão intermediário”, lembrou o brasileiro que participa do RDD (Renault Driver Development) – programa de apoio da equipe de F-1 a jovens talentos.

Em quarto lugar no campeonato, com 14 pontos, Di Grassi acredita que o carro da ART Grand Prix apresentará uma melhor performance no Principado. “Estou trabalhando em conjunto com a equipe para acertar meu carro para Mônaco. Eu acredito que ele estará bem melhor do que em Barcelona”.

Depois de ter marcado pontos nas etapas do Bahrein e Espanha, Lucas busca agora o lugar mais alto do pódio. “O próximo passo é conseguir uma vitória e tentar reduzir a diferença para o líder”, completou. O alemão Timo Glock está na ponta da tabela, com 31 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *