Truck: Ford Racing Truck/DF Motorsport conquista novamente o título de melhor equipe

Time de Djalma Fogaça venceu duas etapas seguidas em 2007 como o mais organizado da F-Truck.

A Ford Racing Trucks/DF Motorsport obteve mais uma conquista nesta temporada ao vencer pela segunda vez consecutiva o Troféu Melhor Equipe, criado pela organização da Fórmula Truck. Com sede em Sorocaba, interior de São Paulo, o time oficial dos caminhões Ford Cargo já havia vencido esta promoção em Tarumã (RS), e voltou a repetir o sucesso em Interlagos (SP), durante a terceira etapa do Campeonato Brasileiro. “Levar este prêmio é sempre muito gratificante, pois é um indicativo de que estamos fazendo um ótimo trabalho de exposição de nossos patrocinadores e contribuindo neste espetáculo que é a Fórmula Truck”, comemorou Djalma Fogaça, que exerce as funções de piloto e chefe de equipe.

O troféu Melhor Equipe é um reconhecimento do empenho e profissionalismo ao trabalho desenvolvido pela equipe para dar mais visibilidade aos seus parceiros dentro e fora das pistas. Além disso, os organizadores consideram a limpeza e organização dos boxes e até mesmo os uniformes dos mecânicos e até dos pilotos como pontos a favor na disputa. “Para obter sucesso em uma categoria tão popular, é preciso pensar em todos os fatores que possam contar positivamente para a equipe, e nosso compromisso é de fazer sempre o melhor nesse sentido”, completou o “Caipira Voador”, que comemorou nesta prova de São Paulo seus 25 anos de automobilismo.

No ano passado, a Ford Racing Trucks/DF Motorsport também já havia vencido este prêmio em três provas, e em 2005 em uma etapa. Esta é a sexta vitória da equipe chefiada por Fogaça, que domina a temporada no quesito organização em 2007 com as conquistas seguidas no Rio Grande do Sul e em São Paulo, mostrando que é sempre uma grande equipe por onde passa. A estrutura da equipe inclui um motor-home para os mecânicos, preparadores, auxiliares e pessoal de apoio técnico. Além disso, o time que tem os Ford Cargo pilotados pelo pernambucano Beto Monteiro, o catarinense Luis Zappelini e o paulista Djalma Fogaça conta com uma carreta para transporte do equipamento, e veículos de apoio como ônibus e picapes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *