GP2 Series: Bruno Senna assume a vice-liderança da Fórmula GP2

Menos de 24 horas depois de conquistar sua primeira vitória na Fórmula GP2, Bruno Senna alcançou mais um grande resultado neste domingo em Barcelona. Com o 4º lugar no encerramento da rodada dupla do GP da Espanha, Bruno assumiu a vice-liderança na classificação geral com 18 pontos. Tem à sua frente apenas o alemão Timo Glock, vencedor da corrida de hoje no Autódromo de Montmeló, na Catalunha. Pole, o espanhol Javier Villa terminou em segundo, enquanto Lucas di Grassi resistiu à forte pressão de Bruno nas últimas voltas e completou o pódio.

 


A exemplo da véspera, Bruno saiu bem novamente e subiu de 7º para 3º – partiria em 8º, mas o espanhol Borja García ficou parado no grid e provocou o cancelamento da primeira largada. Mas não pôde impedir a ultrapassagem de Glock, cujo carro foi o mais veloz ao longo de todo o fim de semana em Barcelona. “Ele estava ridiculamente rápido e nem deu para pensar em segurar a posição”, explicou Bruno.


Com o campeonato em mente, Bruno concentrou-se então em não permitir que Di Grassi escapasse à sua frente. “Fui controlando a prova e conservando os pneus, porque sabia que o Lucas poderia ter dificuldades no final da corrida. Nas últimas voltas, tentei superá-lo, mas nunca em condição que colocasse em risco a minha corrida ou pudesse provocar um acidente. O Lucas se defendeu muito bem e mereceu o terceiro lugar”, elogiou. Os dois receberam a bandeirada separados por menos de dois décimos de segundo.


Bruno tem sido a grande sensação da Fórmula GP2 neste início de temporada. Com apenas dois anos completos de carreira no automobilismo, ele ingressou na divisão de acesso da Fórmula 1 com o objetivo de terminar o primeiro dos dois anos previstos na categoria entre os dez primeiros. Mas surpreendeu ao estrear com o 5º lugar no grid do Bahrein e com o 4º lugar na corrida inaugural de 2007. Os resultados positivos surpreendem até mesmo o piloto paulista. “Nem sei o que falar dessa classificação. Fui o piloto com o segundo maior número de pontos aqui em Barcelona. É muito mais do que eu poderia esperar.”


A Fórmula GP2 será movimentada daqui a duas semanas em Mônaco, única etapa simples do calendário. Em compensação, equipes e pilotos terão duas sessões de treinos livres de 30 minutos – uma a mais que o habitual – antes da tomada classificatória. “Para quem só andou em Montecarlo de Porsche no ano passado, esse tempo extra será importante”, lembrou.


O resultado da quarta etapa da Fórmula GP2 foi este:


1 – Timo Glock (Alemanha), iSport, 25voltas em 38min08s585
2 – Javier Villa (Espanha), Racing Engineering, a 8s579
3 – Lucas di Grassi (Brasil), ART Grand Prix, a 9s139
4 – Bruno Senna (Brasil), Arden International, a 9s314
5 – Sérgio Jimenez (Brasil), Racing Engineering, a 22s697
6 – Giorgio Pantano (Itália), Trident Racing, a 23s457
7 – Kazuki Nakajima (Japão), DAMS, a 25s105
8 – Vitaly Petrov (Rússia), Campos Grand Prix, a 28s026


A nova classificação:


1 – Timo Glock, 30 pontos
2 – Bruno Senna,18
3 – Luca Filippi, 16
4 – Lucas di Grassi, 14
5 – Nicolas Lapierre e Borja García, 8
7 – Andreas Zuber e Javier Villa, 6
9 – Roldán Rodríguez, 5
10 – Sérgio Jimenez, 4
11 – Kazuki Nakajima, Adrian Zaugg e Mikhail Aleishin, 3
14 – Mike Conway, 2
15 – Giorgio Pantano, 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *