GP2 Series: Bruno Senna fica em 3º nos testes em Jerez

Diferença para o mais rápido foi de menos de um décimo de segundo.

 


Provando que deve mesmo ser uma dos candidatos ao título em seu segundo ano na Fórmula GP2, Bruno Senna estabeleceu o 3º tempo dos treinos coletivos desta quinta-feira em Jerez de la Frontera, na Espanha. Com o carro da Campos GP, uma das equipes que mais evoluiu no final do campeonato encerrado domingo último em Valência, Bruno ficou a menos de um décimo de segundo do irlandês Adam Carroll (iSport), o mais rápido no combinado das sessões da manhã e da tarde. Dos demais brasileiros, Xandinho Negrão (iSport) foi o 13º, Alberto Valério (SuperNova), o 18º, e Carlos Iaconelli (Durango), o 22º.


Bruno não escondeu a satisfação com os resultados dos testes. Depois de uma temporada em que a Arden International não conseguiu manter o ritmo do início do calendário, marcada pela vitória do estreante brasileiro no GP da Espanha logo na terceira etapa, Bruno aceitou os convites para testar nesta semana pela Campos GP e pela iSport. “Foi um dia produtivo. Gostei muito da equipe, especialmente do pessoal técnico. E tudo fica mais fácil quando o carro é bom”, comentou.


Na comparação com a Arden International, Bruno disse que são dois conceitos totalmente diversos. “O carro da Campos GP parece mais leve, ágil, vai bem nas curvas de alta. Só trabalha meio no limite em relação à tração e nas curvas velozes”, explicou, lamentando o erro na volta boa dos pneus novos pela manhã e que lhe custou o melhor tempo. “Quis fazer em segunda uma curva de primeira e perdi um décimo, pelo menos”, relatou.


Bruno foi o segundo mais veloz pela manhã e o sexto à tarde, quando os tempos subiram em razão da elevação da temperatura. “Na segunda sessão, colocamos os pneus novos antes da maioria das equipes, porque sabíamos que nos 30 minutos finais a pista ficaria uma loucura. Mesmo assim, peguei um monte de bandeiras vermelhas”, lamentou. No segundo e último dia de ensaios no traçado espanhol, Bruno andará pela iSport, ao lado do indiano Karun Chandhok. A iSport roubou da bicampeã ART Grand Prix os títulos de piloto e equipe em 2007. “Tenho certeza que vou andar ainda melhor amanhã”, arriscou.


Os resultados combinados de hoje:


1 – Adam Carroll, iSport (Irlanda do Norte), 1min28s036
2 – Andy Soucek, DPR (Espanha), 1min28s059
3 – Bruno Senna, Campos GP (Brasil), 1min28s107
4 – Mike Conway, ART GP (Inglaterra), 1min28s120
5 – Roldan Rodríguez, Minardi Piquet Sports (Espanha), 1min28s188
6 – Javier Villa, Racing Engineering (Espanha), 1min28s356
7 – Sebastien Buemi, ART GP (Suiça), 1min28s409
8 – Luca Filippi, DPR (Itália), 1min28s421
9 – Marco Bonanomi, Minardi Piquet Sports (Itália), 1min28s425
10 – Andreas Zuber, Trident (Áustria), 1min28s591
11 – Giedo Van Der Garde, Arden (Holanda), 1min28s718
12 – Vitaly Petrov, Campos GP (Rússia), 1min28s782
13 – Xandinho Negrão, iSport (Brasil), 1min28s793
14 – Clivio Piccione, FMS (Mônaco), 1min28s867
15 – Kamui Kobayashi, DAMS (Japão), 1min29s161
18 – Alberto Valério, SuperNova (Brasil), 1min29s735
22 – Carlos Iaconelli, Durango (Brasil), 1min30s101

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *