GP2 Series: Bruno Senna já pensa na corrida de domingo

Com a corrida deste sábado comprometida pela escapada da pista na sessão classificatória de hoje em Silverstone, Bruno Senna foi obrigado a refazer a estratégia para o fim de semana no GP da Inglaterra.

O sonho da conquista da primeira pole se acabou na curva Beckets, onde o carro da Arden International parou com o motor apagado e sem dar ao brasileiro a chance de lutar por uma boa posição de largada na 8ª etapa da Fórmula GP2. Partindo em último, a idéia é chegar o mais à frente possível e, se as condições permitirem, se beneficiar do sistema de grid invertido dos oito melhores da primeira corrida.

O austríaco Andréas Zuber foi o mais veloz do qualifying. “Eu estava na minha primeira volta rápida quando peguei a zebra por dentro. O assoalho raspou no chão e fui parar na grama. O pior é que o motor morreu e não pude voltar à pista”, lamentou Bruno, que estabelecera o quarto tempo nos ensaios livres da manhã. “Os danos no carro foram pequenos, apenas no bico e no assoalho. O prejuízo mesmo será sair lá atrás”, comentou o quarto colocado na classificação do campeonato e vencedor em Barcelona.

Bruno disse que a temperatura baixa e o vento forte que soprou durante todo o dia em Silverstone contribuíram para o incidente. “Os pneus estavam demorando horas para aquecer”, explicou. Embora reconheça que as dificuldades serão enormes, Bruno se recusa a dar a prova como perdida. “Será uma corrida interessante. Como meu carro está muito bom, será uma questão de manter um ritmo forte e contar com um pouco de sorte. Terminar entre os oito primeiros seria excelente, porque me daria a possibilidade de brigar pela vitória no domingo”, justificou.

O resultado inesperado já provocou outra mudança nos planos de Bruno Senna. O regulamento da Fórmula GP2 exige a troca obrigatória de dois pneus e o brasileiro está determinado a antecipar ao máximo o pit stop. “Preciso pegar a pista livre para andar rápido e ganhar posições quando os outros começarem a parar. Essa é a teoria, mas tudo vai depender do ritmo inicial. Se, por algum motivo, eu não encontrar tráfego nas primeiras voltas, então pode ser que espere um pouco para entrar nos boxes.”

A abertura da rodada dupla será disputada em 36 voltas, a partir das 12 horas (Brasília) e com transmissão ao vivo pelo SporTv.

Os tempos do qualifying em Silverstone:

1 – Andreas Zuber (Áustria), iSport International, 1min28s043
2 – Mike Conway (Inglaterra), Super Nova International, a 0s213
3 – Lucas di Grassi (Brasil), ART Grand Prix, a 0s278
4 – Kazuki Nakajima (Japão), DAMS, a 0s565
5 – Timo Glock (Alemanha), iSport International, a 0s628
6 – Adam Carroll (Irlanda), FMS International, a 0s716
7 – Michael Ammermüller (Alemanha), ART Grand Prix, a 1s042
8 – Karun Chandhok (Índia), Durango, 1s137
9 – Roldán Rodríguez (Espanha), Minardi Piquet Sports, a 1s182
10 – Nicolas Lapierre (França), DAMS, a 1s200
23 – Xandinho Negrão (Brasil), Minardi Piquet Sports, a 2s227
26 – Bruno Senna (Brasil), Arden International, a 7s684

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *