GP2 Series: Di Grassi larga em terceiro em Silverstone

“Estou feliz por largar de uma posição que me dá chances de lutar pela vitória”, declarou o brasileiro.

O brasileiro Lucas di Grassi mostrou mais uma vez a boa evolução da equipe ART Grand Prix, nesta sexta-feira (dia 6), quando foram realizados os primeiros treinos para a 8ª e a 9ª etapa da Fórmula GP2 no circuito de Silverstone (Ing). No classificatório, ele registrou o terceiro melhor tempo e parte da segunda fila no grid da corrida deste sábado (7), com largada prevista para as 12 horas (de Brasília) – ao vivo no SporTV. A pole position ficou com o austríaco Andreas Zuber, da iSport, que virou em 1min28s043.

O britânico Mike Conway, da Super Nova, larga em segundo (1min28s256). Di Grassi, em terceiro, completou sua melhor volta na pista de 5,141 km de extensão em 1min28s321.

Em todas as provas da temporada realizadas até aqui, Di Grassi foi o melhor piloto da equipe ART nos treinos classificatórios. Ele está em terceiro lugar na tabela do campeonato e já conquistou três pódios em 2007, somando pontos em seis das sete etapas.

A tomada de tempos desta sexta-feira foi marcada por muito vento e temperatura baixa, o que obrigou os pilotos a acelerarem forte na tentativa de aquecer os pneus. Usando compostos mais duros, muitos tiveram dificuldades e foram várias as saídas da pista. Até mesmo o líder do campeonato, Timo Glock, rodou em sua última tentativa de virar rápido e vai largar em quinto.

Sem enfrentar problemas, Di Grassi ficou satisfeito com o terceiro lugar no grid, mas destaca que os rivais ainda estão fortes. “A iSport ainda está muito rápida na tomada de tempos. Mas foi um bom resultado para o campeonato, principalmente porque os pilotos que estão na disputa direta comigo estão largando mais atrás”, ressaltou Di Grassi.

“A equipe continua evoluindo, mas ainda precisa melhorar para alcançar a iSport”, afirmou o piloto, que também é o melhor brasileiro no grid.

No último final de semana, na França, Lucas chegou em segundo lugar na primeira corrida e em quarto na segunda prova. A meta agora é alcançar o lugar mais alto do pódio. “Estou feliz por largar de uma posição que me dá chances de lutar pela vitória amanhã. A equipe fez um grande trabalho”, completou o brasileiro, de 22 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *