GP2 Series: Equipe de Xandinho agora é Minardi Team by Piquet Sports

Fusão foi anunciada durante os testes da Fórmula GP2 em Paul Ricard.


A fusão da Piquet Sports com a Minardi foi oficializada nesta terça-feira em Paul Ricard (França), onde a Fórmula GP2 abriu os testes de inverno com vistas à temporada de 2007. A nova organização – que passa a se chamar Minardi Team by Piquet Sports – será baseada na cidade italiana de Veggiano e a divisão de atribuições também está acertada: o brasileiro Felipe Vargas manterá o cargo de diretor-técnico que desempenhava na Piquet Sports e o novo parceiro responderá pela organização geral.

Xandinho Negrão estabeleceu o 7º tempo do primeiro dos dois dias de ensaios na pista do sul da França e comemorou as mudanças. Segundo ele, as negociações com o time italiano – que deixou a Fórmula 1 em 2005 e atualmente participa da Fórmula 3.000 européia – haviam sido iniciadas há cerca de um mês e os detalhes finais foram concluídos no fim de semana. Como conseqüência prática mais imediata, o campeão sul-americano de Fórmula 3 de 2004 trabalhará diretamente com Felipe Vargas, que ficará responsável pelo seu carro.

“Felipe continuará como diretor-técnico, mas também será meu engenheiro. Com dois anos de experiência, é um dos profissionais mais capacitados da categoria. A verdade é que estou começando minha terceira temporada com uma perspectiva bem melhor que nas anteriores. Estou bastante animado, acreditando que o próximo campeonato trará os resultados que eu projetava desde minha estréia em 2005”, comentou Xandinho.

O novo companheiro de Xandinho, que ocupará a vaga aberta com a saída de Nelsinho Piquet, ainda não é conhecido. Dependerá das avaliações que serão realizadas depois das três baterias de treinos até o fim do ano. Já está certo, no entanto, que caberá ao sócio italiano definir o nome. Nesta terça-feira, Alberto Valério, que correu na Fórmula 3 inglesa em 2006, andou com o segundo carro da equipe.

Xandinho ficou satisfeito com os resultados gerais dos treinos. Pela manhã, ele liderou até os últimos instantes, quando o francês Franck Perera (FMS International) colocou um jogo de pneus novos e melhorou sua marca. “Ele não treinaria à tarde e a equipe aproveitou a previsão de chuva para botar pneus novos, até porque havia previsão de chuva”, explicou o brasileiro. No reinício das atividades depois da pausa para almoço, a água esperada caiu com força. A partir do meio da tarde, o sol voltou e o asfalto foi secando gradativamente. “Entrei na pista somente no fim da sessão, coloquei os pneus 0Km, mas o acerto não estava o ideal. Voltei mais duas vezes para ajustes e só na terceira saída é que virei minha volta mais rápida”, disse.

Outros quatro brasileiros treinaram hoje em Paul Ricard. Além de Valério e Lucas di Grassi, que correu pela Durango em 2006 e hoje testou pela SuperNova, as novidades foram as estréias de Bruno Senna (DPR) e Antonio Pizzonia (FMS International). Todos devem continuar trabalhando amanhã.

Os melhores tempos de hoje:

1 – Giorgio Pantano (Itália), Campos Racing, 1min14s390
2 – Andreas Zuber (Áustria), Trident Racing, 1min14s624
3 – Fauruz Fauzy (Malásia), Durango, 1min14s931
4 – Franck Perera (FMS International), 1min15s039
5 – Kaziki Nakajima (Japão), DAMS, 1min15s066
6 – Lucas di Grassi (Brasil), SuperNova, 1min15s081
7 – Xandinho Negrão (Brasil), Minardi Team by Piquet Sports, 1min15s169
8 – Sérgio Hernandez (Espanha), Racing Engineering, 1min15s249
9 – Javier Villa (Espanha), Racing Engineering, 1min15s327
10 – Mike Conway (Inglaterra), Arden International, 1min15s514
14 – Antonio Pizzonia (Brasil), FMS International, 1min15s688
20 – Bruno Senna (Brasil), DPR, 1min16s654
21 – Alberto Valério (Brasil), Minardi Team by Piquet Sports, 1min16s758

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *