GP2 Series: Lapierre tem vértebra comprimida e fica fora do GP de Silverstone

Nicolas Lapierre deverá perder a próxima etapa da GP2, em Silverstone, na Inglaterra, devido ao acidente que sofreu no GP de Mônaco, realizado no último sábado. O francês também deverá perder os testes coletivos em Paul Ricard, na França.

Não participar das duas corridas em Silverstone será um prejuízo considerável para o piloto da equipe Arden após ver sua disputa pela liderança do campeonato sair dos trilhos quando deixou de pontuar em Barcelona e Mônaco. Seu empresário, Didier Coton, diz que o processo de cura de Lapierre permitirá que ele retorne às pistas para a segunda metade da temporada.

“Nicolas comprimiu duas vértebras – a D6 e a D7”, disse Coton para o site oficial da GP2. “Ele está sentindo muitas dores, mas está se recuperando bem. Ele está bem e deve ter alta ainda hoje (segunda-feira), mas precisa de um tempo para suas feridas se curarem.”

“É uma pressão limpa, muito dolorida, mas nada maior. Ele passará por um novo raio X nesta semana. Depois disso, saberemos mais. No momento, ele recebeu orientação para ir devagar por quatro a cinco semanas, mas teremos o tempo exato quando os médicos virem o quanto a cura de suas costas evoluiu na semana posterior ao exame”, explicou o empresário.

Coton ainda disse que Lapierre será levado para casa, onde ficará confortável para o processo de cura. “Ele usará um colete para estabilizar suas costas, mas poderá andar já nesta tarde. No geral, ele está bem, e em bom espírito, mas ansioso para voltar a correr.”

Com pouco tempo para absorver as notícias, a Arden ainda não indicou qual será seu substituto. A ausência de Lapierre pode ser uma porta de entrada para alguns jovens pilotos do programa de desenvolvimento da Red Bull.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *