GP2 Series: Lucas Di Grassi sobe novamente ao pódio em Barcelona

Após o terceiro lugar na etapa de sábado, brasileiro repete o resultado na 4ª corrida da temporada 2007.

 


O brasileiro Lucas di Grassi completou neste domingo (dia 13) seu melhor final de semana na disputa da temporada 2007 da Fórmula GP2. Como na etapa de sábado (12), ele alcançou o terceiro lugar e subiu novamente ao pódio no circuito da Catalunha, em Barcelona (Esp). O piloto da ART Grand Prix só foi superado pelo alemão Timo Glock, vencedor da quarta corrida do ano, e o espanhol Javier Villa, que largou na pole.


Após quatro provas, Glock lidera o campeonato, com 31 pontos. Di Grassi está em quarto lugar, com 14. A próxima corrida do ano será realizada em Mônaco, no dia 26, única etapa do calendário onde a GP2 não corre em rodada dupla.


A prova deste domingo acabou tendo uma volta a menos, já que dois pilotos ficaram parados no grid na primeira largada, que precisou ser abortada. Durante as 25 voltas, a categoria mostrou mais uma vez sua competitividade e equilíbrio.


Di Grassi largou em sexto e, logo no início, assumiu a segunda posição. Algumas voltas depois, foi ultrapassado por Glock, que teve o carro mais veloz durante todo o final de semana.


“Com certeza, foi um final de semana positivo. Meu carro não apresentou uma performance tão boa quanto no Bahrein (onde foi realizada a primeira rodada do ano)”, contou Lucas, de 22 anos. “Desde o início dos treinos em Barcelona, o acerto não esteve tão bom, então ter conquistado dois pódios foi um ótimo resultado”, destacou.


Apesar disso, Di Grassi afirmou que o desempenho melhorou com relação à etapa de sábado. “Tive um problema na largada, que acabou deixando os meus pneus um pouco ‘quadrados’ e isso me atrapalhou, porque o carro apresentou uma grande vibração durante toda a prova. Mas, no geral, o carro esteve bem melhor”, disse o piloto, único brasileiro integrante do programa da equipe Renault de F-1, o RDD (Renault Driver Development).


Para Mônaco, as expectativas são boas. No ano passado, Lucas marcou na pista do Principado seu primeiro ponto na GP2, por ter feito a volta mais rápida da corrida. “Mônaco é uma pista completamente diferente. Espero ir bem lá e conquistar mais um pódio. Mas a corrida também é uma loteria, então vamos fazer o nosso melhor e ver o que acontece”, comentou.


“Se tivermos um carro para vencer, temos de vencer. Se tivermos um carro para ser terceiro, vamos ser terceiro. Temos de conquistar o máximo de pontos possíveis, pensando no campeonato como um todo, porque a GP2 não é apenas vencer uma corrida e não completar as próximas oito. Você precisa ser constante”, completou o brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *