GP2 Series: Pedra fura radiador e Jimenez abandona

Estreante com menos experiência no grid, o brasileiro Sérgio Jimenez pôde participar de apenas dez voltas da segunda etapa da Fórmula GP2 neste domingo, no circuito do Bahrein. Depois de uma largada confusa, na qual vários carros se envolveram em um acidente, Sérgio conseguiu permanecer na pista e, na relargada, iniciou seu avanço no grid depois de partir da 19ª posição.

“Logo no início o pedal do freio do meu Dallara/Renault começou a ficar estranhamente macio”, comentou o brasileiro. “Eu estava perdendo eficiência no freio, coisa natural no calor que fazia aqui no deserto de Sakir – mas muito ruim em um traçado cheio de freadas fortes como este. Mais para a frente, uma pedra furou o radiador, outro incidente natural em uma pista no deserto, cercada por areia e pedriscos. Com isso, o motor superaqueceu e tive que abandonar. Em tudo isso, a única coisa que realmente lamento foi não ter andado mais, pois esta experiência era importante para mim, para explorar mais os limites do carro. Mas, tudo bem, daqui um mês tem mais”, comenta Jimenez, referindo-se à próxima rodada dupla, nos dias 12 e 13 de maio, em Barcelona, Espanha.

O desempenho do brasileiro foi bem apreciado por sua equipe, a Racing Engineering. O time é dirigido pelo príncipe espanhol Alfonso D’Orleans, que elogiou o trabalho de seu piloto estreante: “Sérgio pilotou muito bem, considerando sua falta de familiaridade tanto com a pista quanto com o carro. Eu acho que ele foi um novato fantástico (no fim de semana). E acho que, apesar dos problemas que tivemos, a equipe mostrou grande potencial”. Na etapa anterior, disputada no sábado, quando Jimenez também abandonou devido a um furo no radiador causado por uma pedra, o brasileiro ganhou nove posições e parecia em condições de avançar ainda mais na segunda corrida. Mas foi forçado a abandonar e a ocupar a 19ª posição no grid.

A vitória na corrida deste domingo ficou com o francês Nicolas Lapierre, da equipe DAMS, que agora está em terceiro na classificação do torneio. O líder é o vencedor da prova do sábado, o italiano Luca Filippi (SuperNova), que terminou em terceiro na corrida de hoje. Entre os demais brasileiros, Bruno Senna (Arden International) terminou em oitavo neste domingo, Xandinho Negrão (Miniardi-Piquet) foi o 15º, Antônio Pizzonia (FMSI) abandonou na segunda volta e Lucas Di Grassi (ART Grand Prix) saiu da corrida no acidente inicial da prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *