GP2 Series: Razia, em terceiro, termina testes na Espanha como melhor estreante

Em seu segundo dia de testes com o carro da Racing Engeneering, equipe que terminou o campeonato do ano passado na sétima posição, piloto brasileiro deixou pilotos experientes para trás e ficou a apenas 0s3 do melhor tempo do dia.

O piloto brasileiro Luiz Razia (Razia Sports / Cia Athletica) foi a grande revelação dos testes coletivos da GP2 Series encerrados hoje (terça, 7) no circuito de Jerez de la Frontera, na Espanha. Em seu segundo contato com o monoposto de 580 hp da categoria – que representa o último estágio no aprendizado dos pilotos rumo a Fórmula 1 –, Razia terminou o dia como o terceiro mais rápido entre os 27 participantes e foi, também, o melhor estreante na pista. Com o tempo de 1:33.231 conquistado na sessão da tarde, ele ficou a 0s337 do argentino José Maria Lopez, o mais rápido com 1:32.894, e a 0s283 do brasileiro Lucas Di Grassi, que marcou sua melhor volta em 1:32.948. Lopez estreou na categoria em 2005, e Di Grassi, no ano passado.

“Foi um treino muito difícil, mas ao mesmo tempo muito bom. Quando a chuva parou, houve muitas bandeiras vermelhas e pouca gente conseguiu fechar uma volta boa. Tanto que fomos liberados para permanecer na pista 15 minutos além do tempo previsto, para que pudéssemos aproveitar a pista seca”, lembrou Razia. “O que me deixou satisfeito foi o fato de que marcamos estes tempos em igualdade de condições, no mesmo período do dia, porque no final todos os pilotos foram para a pista. Havia muita gente experiente por lá, com uma ou duas temporadas completas na categoria ou com vários treinos, e fiquei muito contente por ter ficado entre os três mais rápidos”, declarou o piloto.

Razia já havia mostrado serviço na Europa cerca de dez dias atrás, quando estreou na F-3000 Masters com três vitórias em três corridas disputadas no Autódromo de Estoril, em Portugal. Em seu primeiro treino na GP2, realizado ontem em Jerez, ele já havia impressionado ao terminar o dia com o 13º tempo, e deixou a equipe espanhola Racing Engeneering ainda mais satisfeita após o excelente treino desta terça-feira.

“Eu e meu engenheiro, o John Gentry, trocamos muitas informações desde o primeiro treino. Eu sempre fui muito ligado nas questões técnicas do carro e nestes dois anos que passei na Fórmula 3 aprendi muito. Como na GP2 há poucos testes coletivos, é muito importante conseguir rapidamente um bom acerto para o carro e este foi um dos meus objetivos. Aprendi muito trabalhando com o John e conseguimos uma boa evolução do carro ao longo destes dois dias”, completou Razia.

Líder do Campeonato Sul-Americano de Fórmula 3 com 81 pontos, seis vitórias e cinco pole positions conquistadas na temporada, Razia garante que, passado seu primeiro contato com a categoria que mais se assemelha à Fórmula 1 hoje no mundo, voltará a pensar no título que pretende confirmar nos dias 25 e 26 de novembro, em São Paulo.

“Tudo foi novidade para mim nestes testes na GP2. O freio a carbono, o câmbio seqüencial com trocas de marcha no volante, a embreagem com acionamento também no volante, os pneus com sulco, o carro, a pista e motor de 580 cv”, ressaltou o brasileiro. “Tive uma grande oportunidade de aprender e creio que me saí bem. Agora, volto a focar o Campeonato Sul-Americano de Fórmula 3 porque quero muito levantar essa taça”, encerrou Razia.

O resultado completo dos treinos da tarde desta terça-feira em Jerez é o seguinte:
1) Jose Maria Lopez (BCN Competicion), 1min32s894
2) Lucas Di Grassi (ART Grand Prix ), 1min32s948
3) Luiz Razia (Racing Engineering), 1min33s231
4) Bruno Senna (iSport International), 1min33s431

5) Christian Bakkerud (Super Nova International), 1min33s872
6) Andy Soucek (ART Grand Prix), 1min33s989
7) Timo Glock (Trident Racing), 1min34s092
8) Javier Villa (Racing Engineering), 1min34s616
9) Adrian Zaugg (Arden International), 1min35s349
10) Vitaly Petrov (BCN Competicion), 1min35s500
11) Luca Filippi (Arden International), 1min35s695
12) Antonio Pizzonia (Petrol Ofisi FMS International), 1min35s804
13) Mike Conway (iSport International), 1min35s841
14) Nicolas Lapierre (Dams), 1min36s033
15) Alexandre Negrão (Piquet Sports), 1min36s553
16) Kohei Hirate (Trident Racing), 1min37s034
17) Stephen Jelley (DPR), 1min38s110
18) Ricardo Risatti (Campos Racing), 1min38s210
19) Gavin Cronje (DPR), 1min38s461
20) Bruce Jouanny (Super Nova International), 1min40s244
21) Kazuki Nakajima (Dams), 1min42s884
22) Roldan Rodriguez (Piquet Sports), 1min42s887
23) Hiroki Yoshimoto (Durango), 1min44s592
24) Jason Tahinci (Petrol Ofisi FMS International), 1min44s768
25) Giorgio Pântano (Campos Racing), 1min44s863
26) Alberto Valério (Durango), 1min45s409
27) Dani Clos (Petrol Ofisi FMS International,) 1min46s489

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *