GP2 Series: Xandinho crê em corridas menos cansativas na Espanha

As alterações introduzidas no trecho final do circuito da Catalunha depois do GP da Espanha do ano passado vão reduzir acentuadamente o desgaste físico dos pilotos durante a rodada dupla da Fórmula GP2 neste fim de semana.

A expectativa é do paulista Xandinho Negrão (Medley), da Minardi Piquet Sports, que segue amanhã para Barcelona em busca dos primeiros pontos na temporada. Xandinho mora em Mônaco e viajará na companhia de Felipe Massa, de quem é hóspede enquanto seu apartamento no principado não está pronto para morar.

“Aquele trecho final que antecedia à entrada da reta os boxes, com sua seqüência de curvas de alta velocidade, era um dos que mais exigia da musculatura do pescoço por causa da enorme força G”, lembrou Xandinho, que sentiu a diferença já nos testes de pré-temporada da Fórmula GP2 na pista espanhola. Na parte técnica, o campeão sul-americano de Fórmula 3 de 2004 acredita que o acerto do carro poderá sacrificar um pouco os setores mais velozes. “O número de curvas de baixa aumentou, e isso terá de ser levado em conta”, explicou.

Xandinho saiu em branco das duas etapas iniciais no Bahrein, depois de largar em segundo na prova de abertura do calendário e ser atingido por Timo Glock na segunda curva do circuito de Sakhir. O acidente comprometeu não apenas a estréia como também a corrida de encerramento da programação no dia seguinte. Xandinho partiu das últimas filas e cruzou a linha de chegada em 15º – apenas os seis primeiros pontuam na prova de domingo.

Nesta quarta-feira, Xandinho conferiu a folha de tempos dos treinos de Barcelona em março e manifestou-se confiante no potencial da equipe. “Andamos bem tanto com pneus velhos quanto com os novos. Isso não apareceu nos resultados, mas sabemos as circunstâncias que nos impediram de andar na frente. De lá para cá, a pista deve estar diferente, muito em função do aumento da temperatura, mas acredito que continuaremos competitivos”, continuou.

Xandinho assinalou que o principal ensinamento deixado pelo GP do Bahrein foi a evidência de que a Minardi Piquet Sports conseguiu um acerto excelente para a configuração de classificação. “Esse vinha sendo nosso problema no ano passado. Nosso ritmo era bom apenas nas corridas. Agora, vamos trabalhar nos treinos oficiais da sexta-feira para deixar o carro certado para o qualifying. Se largar nas cinco primeiras posições, tenho tudo para terminar bem.”

A programação do GP da Espanha será aberta sexta-feira, com a realização de uma sessão de treinos livres de 30 minutos e a tomada classificatória com a mesma duração para a prova de sábado. A terceira etapa, em 39 voltas, está marcada para as 11 horas (Brasília), depois da definição da ordem de largada da Fórmula 1. Domingo, com os oito primeiros do grid invertidos em relação às posições de chegada da véspera, a quarta etapa (23 voltas) começará às 5 horas (Brasília).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *