GP2 Series: Xandinho terá de “reaprender” Nürburgring

Um circuito conhecido, mas ainda pontuado de mistérios que precisam ser desvendados. É o que espera por Xandinho Negrão (Medley) na abertura da programação da Fórmula GP2 nesta sexta-feira em Nürburgring, na Alemanha. Na rodada dupla do GP da Europa no ano passado, Xandinho completou não mais do que seis voltas.

“Foi um fim de semana terrível. O carro ficou parado na largada da primeira corrida; na segunda, o freio quebrou no início da prova”, lembra o campeão sul-americano de Fórmula 3 de 2004.

Na avaliação de Xandinho, no entanto, o prejuízo será pulverizado pelas mudanças sofridas pelos carros em 2006 e pelas condições climáticas. “A principal diferença são os pneus slick, que mudam completamente o acerto e reduzem consideravelmente o peso das referências anteriores. E também está bem mais friozinho. Fazia calor nesta época em 2005”, observa.

Xandinho passou pelo circuito no período da tarde e se reuniu com o diretor técnico da Piquet Sports, Felipe Vargas. Conversaram sobre a estratégia para a sessão de treinos livres da manhã, que servirá de base para a tomada classificatória programada para depois dos ensaios da Fórmula 1. À noite, participou de animada “pelada” com Felipe Massa, Rubens Barrichello, Giancarlo Fisichella e mecânicos da Ferrari.

Depois de quatro provas, Xandinho ainda persegue os primeiros pontos na temporada. Até aqui sua melhor posição de chegada foi o o 7º lugar em Valência na segunda etapa. Mas o bom rendimento ao longo de toda a pré-temporada é uma garantia de que os resultados não tardarão a aparecer. “Temos um carro competitivo. É só uma questão de fazer tudo certinho na tomada classificatória e largar nas primeiras filas.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *