GP3: Jenzer Motorsport domina primeiro treino em Budapeste

Equipe suíça fez dobradinha no ensaio livre desta sexta-feira. Diferença entre os 20 mais rápidos ficou na casa de 1s0, o que projeta muito equilíbrio para o treino de classificação deste sábado

O brasileiro Pedro Nunes (OGX/Grupo CGE/Claro/Wella/Alfaparf) acertou o palpite quando previu muita competitividade na sexta etapa da GP3 Series, que está sendo disputada neste fim de semana em Budapeste, na Hungria. Os 20 mais rápidos no treino livre desta sexta-feira terminaram a sessão separados por pouco mais de 1s0, em um dia de poucos acidentes no circuito de Hungaroring.

“Assim como eu, muitos pilotos já haviam treinado ou corrido nesse traçado, e acredito que isso tenha ajudado a aproximar os tempos”, disse Pedro. “Este foi um treino tranqüilo, praticamente sem acidentes e com a pista sempre nas mesmas condições. Com isso, todos nós tivemos a chance de trabalhar um pouco mais no carro. E isso normalmente gera maior competitividade”, acrescentou.

O primeiro treino da rodada terminou com dobradinha da equipe Jenzer Motorsport. O suíço Nico Muller marcou o melhor tempo com 1min38s181, seguido pelo norueguês Pal Varhaug, com 1min38s452. Pedro Nunes ficou em 18o, e acredita em uma provável melhora no desempenho de seu carro para a sessão de classificação deste sábado.

“Estamos na balada dos ponteiros, mas precisamos trabalhar para largar um pouco mais à frente na primeira corrida do fim de semana. Aqui na Hungria a posição de largada é muito importante”, encerrou Pedro Nunes.

Pela programação da categoria, o sábado é reservado não só para a tomada oficial de tempos, mas também pela primeira prova do fim de semana. Veja como terminou o primeiro ensaio da categoria em Hungaroring:

1 – Nico Muller – Jenzer – 1’38″181
2 – Pal Varhaug – Jenzer – 1’38″452
3 – Esteban Gutierrez – ART – 1’38″453
4 – Robert Wickens – Status GP – 1’38″477
5 – Marco Barba – Jenzer – 1’38″509
6 – Felipe Guimaraes – Addax – 1’38″515
7 – Adrian Quaife Hobbs – Manor – 1’38″585
8 – Stefano Coletti – Tech 1 – 1’38″607
9 – Dean Smith – Carlin – 1’38″754
10 – Doru Sechelariu – Tech 1 – 1’38″829
11 – Alexander Rossi – ART – 1’38″840
12 – Daniel Morad – Status GP – 1’38″842
13 – Miki Monras – MW Arden – 1’38″847
14 – Roberto Merhi – Atech CRS – 1’38″858
15 – Mirko Bortolotti – Addax – 1’39″036
16 – Josef Newgarden – Carlin – 1’39″038
17 – Renger Van der Zande – RSC Mucke – 1’39″086
18 – Pedro Nunes – ART – 1’39″189
19 – Tobias Hegewald – RSC Mucke – 1’39″202
20 – Adrien Tambay – Manor – 1’39″251
21 – Michael Christensen – MW Arden – 1’39″360
22 – Pablo Sanchez – Addax – 1’39″391
23 – Oliver Oakes – Atech CRS – 1’39″443
24 – Antonio Felix Da Costa – Carlin – 1’39″483
25 – Rio Haryanto – Manor – 1’39″793
26 – Ivan Lukashevich – Status GP – 1’39″953
27 – Leonardo Cordeiro – MW Arden – 1’40″649
28 – Vittorio Ghirelli – Atech CRS – 1’40″729
29 – Nigel Melker – RSC Mucke – 1’40″904

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *