GP3: Temporada começa neste fim de semana em Barcelona

Repetindo a fórmula de sucesso da Fórmula GP2, nova categoria de base fará as preliminares dos GPs na Europa e deve ter ao menos três brasileiros na primeira etapa.

O plano de carreira de um piloto profissional passa a ter, a partir do próximo fim de semana, mais uma opção de caminho a ser percorrido rumo à Fórmula 1. Idealizada pelo chefão da maior categoria do automobilismo mundial e seguindo os moldes que fizeram da Fórmula GP2 um sucesso nos últimos cinco anos, a Fórmula GP3 estreia com 30 carros no grid de largada em Barcelona, na Espanha, e pelo menos três brasileiros entre os inscritos.
Um deles é o paulista Pedro Nunes, de 21 anos de idade, que estreia na GP3 pela equipe ART Grand Prix, uma das mais conceituadas no automobilismo Europeu. No currículo, Pedro leva a experiência de três pole-positions, cinco vitórias e um vice-campeonato na Fórmula 3 Sul-Americana na temporada 2008; e a participação no campeonato europeu de Fórmula 3 em 2009 pela Manor Motorsport – time que hoje forma a estrutura da Virgin Racing na Fórmula 1.
No maior desafio da sua carreira até aqui, Pedro busca na temporada 2010 o aprendizado suficiente para uma sequência segura da sua carreira.
“A Fórmula GP3 vai fazer o evento preliminar da Fórmula 1 em todas as corridas dela na Europa, com exceção do GP de Mônaco. Então é uma responsabilidade enorme entrar na pista sabendo que você vai estar sendo avaliado diretamente pelas equipes de lá”, comenta o piloto. “Mas apesar dessa pressão, o objetivo é aprender o máximo nesse ano. É um carro mais rápido que o da Fórmula 3 e, portanto, exige adaptação. Mas tenho uma equipe de ponta me dando estrutura e me ajudando nessa estreia”, aponta Pedro, que vai correr no time três vezes campeão da Fórmula GP2 – com Nico Roberg em 2005; Lewis Hamilton em 2006; e Nico Hulkenberg em 2009, além de um vice-campeonato em 2007 com Lucas Di Grassi. 
No plano de carreira de um piloto, a GP3 entra em uma lacuna de tecnologia e potência entre a Fórmula 3 e a Fórmula GP2. Os carros foram desenvolvidos pela fábrica italiana Dallara; terão motores turbo com 280 cavalos de potência e as trocas de marcha feitas por borboletas atrás do volante, como na Fórmula 1 e na Fórmula Indy, por exemplo. Além disso, seguem o que há de mais moderno em termos de segurança e aerodinâmica, garantindo o aprendizado necessário na transição do piloto até sua ‘irmã mais velha’, a GP2. 
Também como acontece na GP2, cada final de semana terá duas provas da categoria. Sendo que o grid de largada da segunda é formado a partir do resultado da primeira, com os oito melhores tendo suas posições invertidas. Os treinos livres e de classificação serão realizados na sexta-feira em Barcelona, enquanto as provas serão disputadas no sábado e no domingo. O circuito catalão recebe no mesmo final de semana, a primeira etapa da Fórmula GP2 2010 e a quinta etapa do Mundial de Fórmula 1. 
Confira como será o calendário de provas da GP3:
8 e 9 de maio – Barcelona (ESP)
29 e 30 de maio – Istambul (TUR)
26 e 27 de junho – Valencia (ESP)
10 e 11 de julho – Silverstone (ING)
24 e 25 de julho Hockenheim (ALE)
31 de julho e 1 de agosto – Hungaroring (HUN)
28 e 29 de agosto – Spa-Francorchamps (BEL)
11 e 12 de setembro – Monza (ITA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *