Grand-Am: Quase dois anos depois, Da Matta volta às pistas

Afastado do automobilismo competitivo desde agosto de 2006, quando quase morreu ao colidir com um cervo durante testes da Fórmula Indy, o piloto mineiro Cristiano da Matta está de voltas às pistas. Na última semana, ele testou com um protótipo da Gram-Am no Texas.

“Apesar da aprovação dos médicos e de já ter corrido de kart, ainda estava em dúvida sobre se eu seria capaz. Estava preocupado”, confessou o brasileiro, ao SpeedTv. “Depois do teste, a sensação foi de alívio”, emendou.


Campeão da temporada 2002 a Fórmula Indy, Da Matta agora luta para retomar a carreira: além de estar negociando com Gil de Ferran para entrar na disputa da American Le Mans Series, ele deve correr pela Gainsco – equipe que lhe cedeu o protótipo para a volta – na abertura da temporada da Gram-Am.


“Me sinto leve. Foi um grande alívio para o meu pai também. Este treino mudou tudo”, confessou o piloto, de 34 anos, que chegou a ficar dez dias em coma induzido. Entre 2003 e 2004, Da Matta disputou 28 corridas de Fórmula 1 pela Toyota, tendo como melhores resultados os sextos lugares nos GPs da Espanha-2003, Alemanha-2003 e Monte Carlo-2004.


Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *