GT Brasil: Carlos Kray e Andersom Toso vencem corrida e o título da GT Premium

Dupla da Lamborghini LP520 contou ainda com o abandono dos principais rivais, Felipe Tozzo e Raijan Mascarello, de Ferrari F430

A primeira temporada da história da GT Premium tem seus campeões definidos: os pilotos Carlos Kray e Andersom Toso, de Lamborghini LP520, vencedores da corrida deste domingo (16) realizada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Raijan Mascarello e Felipe Tozzo, de Ferrari F430, abandonaram, porém ficaram com o vice-campeonato na categoria. Felipe Toledo e Pierre Ventura, também de Lamborghini, chegaram em segundo na corrida e os irmãos gêmeos Vinícius e Felipe Roso, com outra Ferrari, foram os terceiros colocados.

Os campeões eram só sorrisos após a corrida. “Não tenho o que falar. Como disse o Carlos, cara de quem ganha não é cara de quem perde e hoje o dia foi perfeito. Sabíamos que a nossa chance era que não chovesse e assim que acabou a corrida a chuva caiu.Ficamos felizes que a decisão premiou quem foi mais regular. Estivemos em cem por cento dos pódios, ganhamos várias corridas e pelo fator de descarte ainda corríamos o risco de perder o título. A felicidade é total e melhor ainda, ganhar e comemorar o título com a vitória”, disse Andersom Toso.

Carlos Kray, parceiro de Toso há tempos em outras categorias, ficou feliz com o resultado e lembrou que o campeonato não é feito apenas de velocidade. “O Toso falou tudo. Ele fez uma excelente primeira parte de corrida e pressionou nossos concorrentes. No meu trecho foi só administrar e trazer o carro para a vitória, já que com o abandono deles já tínhamos garantido o título. Foi premiada a regularidade. Excelente para nós termos conseguido esse título”, contou Kray.

A segunda colocação de outra Lamborghini, mostrou a força do carro em Interlagos. Pierre Ventura e Felipe Toledo, que estiveram próximos da vitória na corrida de sábado, apostavam na chuva para se dar bem. “A chance que nós tínhamos era a chuva. O capô, que voou ontem, vamos comprar outros assim conseguiremos fixar melhor para conseguirmos vencer uma prova. Nossa chance era apenas na chuva”, comentou Pierre.

Felipe Toledo gostou de estrear com um pódio na categoria e contou como foi sua corrida.”Eu acho que a categoria é excelente. Pretendo participar de mais corridas em 2013, quem sabe o campeonato todo. O Pierre disse tudo, a chuva era a nossa chance de conseguir algo melhor. Ontem se não fosse a perda do capô, teríamos conseguido vencer. De qualquer forma foi um bom final de semana e estou contente.”

Fechando o pódio, os irmão gêmeos Felipe e Vinícius Roso, que voltaram após um forte acidente na etapa de Guaporé, tiveram problemas no começo, mas conseguiram se recuperar.”Infelizmente não conseguimos participar de todas as provas, sofremos um acidente em Guaporé e nossa corrida foi um reflexo disso. Ontem trocamos a embreagem e acredito que alguns sensores do câmbio foram afetados, porque até esquentar as marchas não trocavam, com isso o povo sumiu e não tive muito o que fazer”, disse Felipe.

2ª Corrida – Gran Turismo
1º) 46 – C.Kray/A.Toso (Lamborghini LP520 , RS/RS)
2º) 10 – F.Toledo/P.Ventura (Lamborghini LP520 , RS/RS)
3º) 4 – F.Roso/V.Roso (Ferrari F430 GT3 , RS/RS)
4º) 15 – F.Tozzo/R.Mascarello (Ferrari F430 GT3 , SC/MT)

Classificação final do Campeonato: GT Premium
1 – Andersom Toso/Carlos Kray – Lamborghini LP520 – 251 pontos
2 – Felipe Tozzo/Raijan Mascarello – Ferrari F430 – 230
3 – Pierre Ventura – Lamborghini LP520 – 154
4 – Cristiano Almeida – Lamborghini LP520 – 124
5 – Felipe Roso/Vinícius Roso – Ferrari F430 – 92
6 – Ramon Matias – Dodge Viper Competition Coupé – 48
7 – Renato Cattalini – Dodge Viper Competition Coupé – 20
8 – Lorenzo Varassin – Dogde Viper Competition Coupé – 17
9 – Henrique Assunção/Fernando Fortes – Dodge Viper Competition Coupé – 13
9 – Felipe Toledo – Lamborghini LP520 – 13.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *