GT Brasil: Líderes não precisam mais vencer, mas preveem disputa apertada na Itaipava GT3

Penúltima etapa está marcada para o meio de novembro no Velopark

Para conquistar o título do Itaipava GT Brasil, a dupla Valdeno Brito e Matheus Stumpf não precisa vencer mais nenhuma vez nas duas etapas que encerram a temporada – a próxima está marcada para os dias 12 e 13 de novembro, no Velopark, em Nova Santa Rita (RS). Nas contas mais simples, eles podem ser campeões chegando em segundo lugar em todas as corridas, mesmo que Xandy Negrão e Xandinho Negrão vençam as provas restantes de 2011.

No momento, a diferença entre as duplas é de 16 pontos. “Conseguimos uma vantagem importante, mas para ser sincero não estou fazendo contas”, fala Valdeno Brito, que conquistou também o título da temporada anterior com Matheus Stumpf. “Chegar em segundo lugar em todas as provas é uma possibilidade também muito difícil, então o campeonato continua muito duro e vai ser assim até o final”.

Para o piloto, não existe a possibilidade de pensar em administrar a vantagem. “Tudo pode acontecer. Nós já tivemos nossos problemas em provas que caminhavam bem, por exemplo. É difícil demais pensar em administrar. Acho importante pensar sempre no melhor. Claro que não vamos jogar resultados fora, mas é melhor correr buscando a vitória”, destaca Valdeno Brito. A dupla ganhou sete vezes neste ano – já é mais do que na temporada passada.

Matematicamente, a briga segue aberta até o sexto colocado, Pedro Queirolo, e envolve ainda o quinto, Cleber Faria, a dupla que está em quarto lugar, Allam Khodair e Marcelo Hahn, e os terceiros colocados, Claudio Ricci e Rafael Derani. “A disputa ainda está aberta e teremos duas etapas muito interessantes pela frente”, fala Valdeno Brito. O piloto acredita que a briga pode esquentar: o circuito do Velopark não costuma favorecer o carro pilotado por eles, o Ford GT.

“É uma pista de baixa velocidade, onde nosso carro perde um pouco em relação ao Lamborghini (Gallardo LP600). Mas no ano passado começamos com dificuldades e mesmo assim vencemos as duas corridas do fim de semana, em função da chuva. Resultados que foram fundamentais para o título. Precisamos continuar trabalhando para aproveitar todas as oportunidades”, conclui Valdeno Brito.

CLASSIFICAÇÃO DA ITAIPAVA GT3 (APÓS 16 DE 20 ETAPAS)

1º- Valdeno Brito/Matheus Stumpf – Ford GT – 204 pontos
2º- Xandy Negrão/Xandinho Negrão – Lamborghini LP600 – 188
3º- Cláudio Ricci/Rafael Derani – Ferrari F458 – 166
4º- Allam Khodair/Marcelo Hahn – Lamborghini LP600 – 152
5º- Cleber Faria – Lamborghini LP560 – 145
6º- Pedro Queirolo – Corvette Z06R – 135
7º- Chico Longo/Daniel Serra – Ferrari F458 – 108
8º- Wagner Ebrahim – Audi R8 LMS – 102
9º- Paulo Bonifácio – Ford GT – 95
10º- Renan Guerra/Vanuê Faria – Lamborghini LP560 – 90
11º- Bruno Garfinkel – Lamborghini LP600 – 85
12º- Ricardo Maurício – Lamborghini LP600 – 77
13º- Juliano Moro – Ford GT – 66
14º- Cláudio Dahruj/Rodrigo Sperafico – Corvette Z06R – 44
15º- Enrique Bernoldi – Ford GT – 35
16º- Fernando Croce – Corvette Z06R – 33
17º- Daniel Croce – Dodge Viper Competition Coupé – 26
18º- Henrique Assunção – Lamborghini Gallardo LP560 – 20
19º- Aluízio Coelho – Ford GT – 16
20º- Ronaldo Kastropil – Lamborghini LP560 – 15
21º- Walter Derani – Ferrari F430 – 14
22º- Sérgio Jimenez – Ford GT – 8
23º- Antônio Pizzonia – Ferrari F430 – 7
23º- Ricardo Ricca/Rafael Daniel – Lamborghini Gallardo LP500 – 7
25º- Fernando G. Croce – Corvette Z06R – 6
26º- Fernando Poeta – Lamborghini Gallardo LP560 – 5
27º- João Adibe – Ford GT – 3
27º- Josué Pimenta – Ferrari F430 – 3
29º- Sérgio Lucio – Lamborghini Gallardo LP560 – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *