GT Brasil: Mercedes-Benz SLS AMG estreia como atração do Itaipava GT Brasil no Velopark

Carro fará suas primeiras corridas no Brasil neste fim de semana pela Itaipava GT3

Há dois meses e meio, chegava ao Brasil o carro que prometia roubar as atenções na fase final do Itaipava GT Brasil, o Mercedes-Benz SLS AMG. Foi um longo período de expectativa em torno da estreia, finalmente chegando ao fim com a confirmação da entrada do modelo no grid de largada já a partir da penúltima etapa, que será disputada neste fim de semana no circuito do Velopark, em Nova Santa Rita (RS).

O privilégio de guiar o carro será da dupla Paulo Bonifácio e Sérgio Jimenez. “Está tudo pronto, tudo em ordem. Já andamos um pouco com o carro, fizemos alguns testes, mas agora é para valer. Para nós, esta será uma fase de experiência muito importante, uma pré-temporada adiantada, por assim dizer. O objetivo é usar essas duas etapas para preparar o carro para 2012”, fala Paulo Bonifácio.

Equipado com motor V8, na casa dos 500 cv de potência, o carro receberá os cuidados da equipe do experiente Andreas Mattheis, que como piloto foi duas vezes campeão do Itaipava GT Brasil. O trabalho começa já nesta quinta-feira (10) com os treinos extras no Velopark. A programação prossegue com mais algumas sessões livres na sexta-feira (11) e os treinos classificatórios e corridas de sábado (12) e domingo (13).

“O carro é muito bacana, embora seja pesado e bastante trabalhoso de guiar, mas tem um torque incrível e sem dúvida será muito competitivo. Ele chega aqui já com algumas restrições de equilíbrio de desempenho, como o lastro, mas isto é normal. Sou favorável ao balanço de performance e está claro que ele tem funcionado, os carros estão andando bem próximos”, acrescenta Boni.

O novo carro tem pela frente um verdadeiro teste de fogo logo de cara: o traçado curtinho do Velopark, de pouco mais de dois quilômetros de extensão, com curvas de média e baixa velocidade, separadas por duas retas. “O carro, em teoria, se comporta melhor em pistas com curvas de média para alta velocidade e não é o caso. Mas em contrapartida anda muito bem no asfalto mais liso, menos abrasivo, esta sim uma característica do Velopark”.

“De qualquer forma, antes das primeiras corridas é impossível prever qualquer coisa, então nosso objetivo no momento é mesmo conhecer o carro”, conclui Boni. O piloto, que passou pela GT3 Europeia, foi o primeiro vencedor da história do Itaipava GT Brasil, em 2007. Ele ganhou a corrida de estreia do campeonato, também disputada no Rio Grande do Sul – mas na época no tradicional circuito de Tarumã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *