GT Brasil: Valdeno Brito e Matheus Stumpf recuperam pontos do Anhembi e reassumem liderança na GT3

CBA divulga decisão favorável do STJD em relação ao recurso da equipe BMG Racing

A disputa pelo título da GT3 ganhou novo capítulo nesta quinta-feira (15). Valdeno Brito e Matheus Stumpf recuperaram 17 pontos da segunda etapa da temporada, disputada no circuito de rua do Anhembi, em São Paulo (SP). Naquela oportunidade, eles haviam chegado em segundo lugar, mas foram desclassificados por desrespeito ao item 156 do regulamento desportivo, que trata da cerimônia de pódio. A equipe entrou com recurso e a defesa foi aceita por unanimidade pelo STJD da Confederação Brasileira de Automobilismo. Contra a nova decisão, não cabe recurso.

O resultado do julgamento muda bastante o cenário da disputa pelo título da categoria. Valdeno Brito e Matheus Stumpf, antes vice-líderes, reassumem a liderança do campeonato e agora têm vantagem de 11 pontos, sem considerar os descartes, sobre Xandy Negrão e Xandinho Negrão. A decisão reduziu um pouco mais as chances de Claudio Ricci e Rafael Derani, terceiros colocados, mas eles ainda têm possibilidades matemáticas. O chefe da equipe de Valdeno Brito e Matheus Stumpf, Antonio Hermann, comemorou o resultado do julgamento.

“A decisão foi justa. A punição havia sido exagerada. Foi como se um jogador tivesse feito um gol, tirado a camisa para comemorar e o juiz decidisse anular o gol”, disse Antonio Hermann, que comanda a BMG Racing. A outra dupla da equipe, na época formada por Paulo Bonifácio e Juliano Moro, que também havia sido desclassificada pelo mesmo motivo, recupera o terceiro lugar. Só Chico Longo e Daniel Serra, da Via Itália, igualmente punidos, é que não recuperaram o resultado, a quarta posição. Eles não chegaram a entrar com recurso.

A NOVA CLASSIFICAÇÃO DA ITAIPAVA GT3 (APÓS 18 DE 20 CORRIDAS)

1º- Matheus Stumpf/Valdeno Brito – Ford GT – 221
2º- Xandy Negrão/Xandinho Negrão – Lamborghini LP600 – 210 pontos
3º- Cláudio Ricci/Rafael Derani – Ferrari F458 – 184
4º- Allam Khodair/Marcelo Hahn – Lamborghini LP600 – 170
5º- Paulo Bonifácio – Mercedes-Benz SLS AMG – 150
5º- Cleber Faria – Lamborghini LP560 – 150
7º- Pedro Queirolo – Corvette Z06R – 135
8º- Chico Longo/Daniel Serra – Ferrari F458 – 134
9º- Wagner Ebrahim – Audi R8 LMS – 106
10º- Bruno Garfinkel – Lamborghini LP600 – 99
11º- Juliano Moro – Ford GT – 98
12º- Ricardo Maurício – Lamborghini LP600 – 91
12º- Renan Guerra/Vanuê Faria – Lamborghini LP560 – 91
14º- Sérgio Jimenez – Mercedes-Benz SLS AMG – 48
15º- Cláudio Dahruj/Rodrigo Sperafico – Corvette Z06R – 44
16º- Fernando Croce – Corvette Z06R – 36
17º- Enrique Bernoldi – Ford GT – 35
18º- Aluízio Coelho – Ford GT – 33
18º- Daniel Croce – Corvette Z06R – 33
20º- Henrique Assunção – Lamborghini Gallardo LP560 – 26
21º- Ronaldo Kastropil – Lamborghini LP560 – 21
22º- Walter Derani – Ferrari F430 – 14
23º- Antônio Pizzonia – Ferrari F430 – 7
24º- Fernando G. Croce – Corvette Z06R – 6
25º- Fernando Poeta – Lamborghini Gallardo LP560 – 5
26º- Ricardo Ricca/Rafael Daniel – Lamborghini Gallardo LP500 – 3
26º- João Adibe – Ford GT – 3
26º- Josué Pimenta – Ferrari F430 – 3
29º- Sérgio Lucio – Lamborghini Gallardo LP560 – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *