GT Brasil: Valdeno Brito e Matheus Stumpf voltam a vencer no Itaipava GT Brasil

Dupla campeã da temporada passada ficou com a vitória na segunda corrida do fim de semana em Curitiba

Valdeno Brito e Matheus Stumpf não venciam uma prova desde que conquistaram o título da Itaipava GT3, com um primeiro lugar exatamente em Curitiba (PR), em 2010. De volta ao circuito, estiveram bem próximos de repetir o resultado na tarde deste sábado (21), não fosse um furo no pneu e a quebra da suspensão. Mas a frustração da véspera foi substituída pela alegria de subir ao lugar mais alto do pódio no domingo (22).

Desta vez, nada impediu que a dupla completasse as 34 voltas na liderança, nem mesmo a pressão dos segundos colocados, Xandy Negrão e Xandinho Negrão. “A ideia era abrir o máximo possível para que os carros que estivessem mais rápidos não chegassem no final. Queríamos ter uma distância para administrar, mas foi só eu assumir a pilotagem que entrou o safety car na pista e foi tudo embora”, lembra Valdeno Brito.

O piloto destaca uma conquista suada em Curitiba. “No final, comecei a sofrer com o pneu dianteiro esquerdo e tive que tomar cuidado para completar. Felizmente, deu tudo certo”, comemorou Valdeno Brito – o carro deles largou na pole position com o parceiro de pilotagem ao volante, Matheus Stumpf. “A equipe nos deu um equipamento perfeito para a disputa. Restou a nós apenas usar o ótimo carro que tínhamos”, comemora Matheus Stumpf.

“Este primeiro lugar é ótimo para o campeonato, estamos voltando para a briga e não vamos desistir”, afirma o piloto da BMG Racing. Eles pularam para 50 pontos no campeonato – o líder ainda é Pedro Queirolo, com 67. Foi um dia de compensações, por assim dizer, já que Xandy Negrão e Xandinho Negrão superaram a frustração da desclassificação da véspera com um segundo lugar – satisfatório diante do rendimento de Valdeno Brito e Matheus Stumpf.

“Eles estavam com o carro melhor”, resume Xandy Negrão. “Não dava mesmo para eu chegar. Estava até um pouco mais rápido, mas sabia que seria difícil, então me concentrei em monitorar a aproximação dos outros. De uma forma geral, a minha avaliação deste fim de semana é bastante positiva”, fala Xandinho Negrão. Eles chegaram imediatamente à frente de Cleber Faria, terceiro colocado, que saltou para a vice-liderança na Itaipava GT3.

Cleber Faria cumpriu exatamente o plano que traçou para a prova ainda antes da largada: imprimir ritmo mais cauteloso no início, pensando nos pontos para o campeonato. “Na largada, cheguei até a ficar um pouco mais para trás, na tentativa de evitar toques ou acidentes, mas acompanhei o ritmo dos pilotos que estavam à frente o tempo todo. Foi uma corrida muito desgastante, precisei andar forte por 34 voltas, mas esse terceiro lugar para mim é uma vitória”, revela Cleber Faria.

O piloto, atual campeão do Itaipava Trofeo Maserati, agora está apenas três pontos distante do líder, Pedro Queirolo. Chico Longo e Daniel Serra transformaram o bom desempenho na parte final da corrida em um importante quarto lugar, seguidos pelo piloto da casa Enrique Bernoldi, que estreou na categoria pilotando em parceria com Paulo Bonifácio. A próxima etapa da temporada do Itaipava GT Brasil será disputada dia 26 de junho em Santa Cruz do Sul (RS).

O RESULTADO DA ITAIPAVA GT3
1º) 7 – V.Brito/M.Stumpf (FO, PB/RS)
2º) 9 – X.Negrão/X.Negrão (LA , SP/SP)
3º) 30 – Cleber Faria (LA , SP)
4º) 19 – C.Longo/D.Serra (FE , SP/SP)
5º) 5 – E.Bernoldi/P.Bonifacio (FO , RS/SP)
6º) 3 – R.Derani/C.Ricci (FE , SP/RS)
7º) 13 – Pedro Queirolo (CO , SP)
8º) 16 – M.Hahn/A.Khodair (LA , SP/SP)
9º) 18 – F.Poeta/W.Derani (LA , RS/SP)
10º) 20 – Wagner Ebrahim (VI , PR)

CLASSIFICAÇÃO EXTRA-OFICIAL DA ITAIPAVA GT3 (APÓS 5 DE 20 CORRIDAS)
1 Pedro Queirolo (Corvette Z06R), 67 pontos
2 Cleber Faria (Lamborghini Gallardo LP560), 64
3 Rafael Derani/Claudio Ricci (Ferrari F430), 59
4 Paulo Bonifácio (Ford GT), 55
5 Xandy Negrão/Xandinho Negrão (Lamborghini Gallardo LP600), 54
6 Marcelo Hahn/Allam Khodair (Lamborghini Gallardo LP600), 52
7 Matheus Stumpf/Valdeno Brito (Ford GT), 50
8 Chico Longo/Daniel Serra (Ferrari F458), 48
9 Claudio Dahruj/Rodrigo Sperafico (Corvette Z06R), 32 pontos
10 Vanue Faria/Renan Guerra (Lamborghini Gallardo LP560), 30
11 Enrique Bernoldi (Ford GT), 28
12 Juliano Moro (Ford GT), 27
13 Bruno Garfinkel (Lamborghini Gallardo LP560), 24
14 Wagner Ebrahim (Dodge Viper Competition Coupe), 18
14 Henrique Assunção (Dodge Viper Competition Coupe), 18
16 Ricardo Maurício (Lamborghini Gallardo LP560), 16
16 Fernando Croce (Dodge Viper Competition Coupe), 16
18 Ronaldo Castropil (Dodge Viper Competition Coupe), 13
19 Walter Derani (Lamborghini Gallardo LP560), 11
20 Daniel Croce (Dodge Viper Competition Coupe), 10
21 Ricardo Ricca/Rafael Daniel (Lamborghini Gallardo LP500), 7
21 Antonio Pizzonia (Ferrari F430), 7
23 Fernando Gomes Croce (Dodge Viper Competition Coupe), 6
24 Fernando Poeta (Lamborghini Gallardo LP560), 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *