GT3 Brasil: Andreas Mattheis e Xandy Negrão larga na segunda posição na 3ª etapa

Os favoritos não negaram fogo e vão dividir a primeira fila da terceira etapa da GT3 Brasil. Neste sábado, a Lamborghini Gallardo pilotada por Paulo Bonifácio conquistou a pole position para a prova de abertura da rodada dupla de amanhã no Autódromo Internacional de Curitiba – Pinhais.

O líder do campeonato, que corre em parceria com Alceu Feldmann, só foi ameaçado pelo Dodge Viper Cupê de Andreas Mattheis, companheiro de Xandy Negrão na Equipe Medley.

Em Tarumã, na estréia da categoria no País, cada uma das duas duplas venceu uma prova. Bonifácio e Feldmann saíram do Rio Grande do Sul com apenas dois pontos de vantagem sobre Negrão e Mattheis, que ocupam a segunda colocação no campeonato com 16. O desempenho de Mattheis foi o destaque da primeira sessão classificatória de sábado. Campeão brasileiro de marcas em 1994, o atual diretor-técnico da Equipe Medley na Stock Car não competia há 13 anos antes de retornar ao automobilismo na GT3 Brasil. Por isso, ao descer do carro, mereceu o abraço de Negrão.

“Sabemos que será difícil chegar à frente do Lamborghini. É o carro mais rápido deste começo de campeonato, sem qualquer dúvida”, afirmou Mattheis. “Na verdade, as Ferrari também são mais velozes no momento, mas vamos fazer a nossa parte”, continuou. Mattheis comemorou também o sucesso nas mudanças no acerto do carro depois das três sessões de treinos livres, apesar das limitações impostas pelo regulamento. “O carro estava quicando muito em alguns trechos do circuito antes das mudanças. Mas nosso maior problema está no câmbio. Como somos proibidos de mexer nas relações de marchas, só consigo colocar até à 4ª marcha. Por isso, o motor trabalha abaixo do seu potencial”, explicou Negrão, que colocou o Dodge Viper em 7º na segunda tomada, novamente comandada pelo Lamborghini Gallardo.

Os pilotos que realizaram os primeiros treinos classificatórios estarão no grid da prova da manhã, cujo início está marcado para as 10h30 com uma hora de duração. Entre o 24º e o 37º minuto, será a obrigatória a troca do piloto. Na quarta etapa, programada para as 14h30 e com a mesma distância, haverá a inversão. Ou seja, no caso da Equipe Medley, Mattheis é quem responderá pelo primeiro turno. A GT3 dividiu as duplas de acordo com o currículo de seus integrantes. Os mais graduados largam na corrida de fundo. Nos casos em que os competidores têm status idêntico, a ordem é uma decisão da equipe e tem de ser comunicada aos organizadores depois do briefing com a direção de prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *