GT3 Brasil: Feldmann e Boni aumentam vantagem na liderança da GT3

Com uma vitória e um segundo lugar nas etapas de Curitiba dupla do Lamborghini 7 segue como favorita ao título.

 


Foi um fim de semana difícil para a dupla Alceu Feldmann (Fertipar) e Paulo Bonifácio. Na 5ª e 6ª etapas do Brasil GT3 Championship, disputadas neste domingo (30) em Curitiba, eles conquistaram uma vitória e um segundo lugar, mas as conquistas vieram a duras penas. Isso porque a estréia de outro Lamborghini Gallardo, pilotado pela dupla Xandy Negrão e Andréas Mattheis, que venceu a outra prova do dia, mudou o panorama da disputa.


 


Primeiro porque as duas poles conquistadas pelos pilotos da Medley demonstraram que o grau de dificuldade de Boni e Feldmann aumentará nas quatro próximas corridas, em São Paulo. No entanto, a vantagem de 13 pontos que a dupla tem sobre seus principais oponentes na disputa pelo título possibilita uma administração de resultados.



Na quinta etapa Boni superou o pole Andréas Mattheis logo na primeira volta e foi abrindo vantagem até a parada nos boxes para a troca de pilotos. Com Feldmann ao volante, o Lamborghini rodou tranqüilo até a bandeirada. “Foi uma disputa tranqüila, principalmente por causa dos problemas enfrentados pelo Xandy e pelo Mattheis, que tiveram um pneu furado”, lembra o vencedor, que enfrentou o mesmo problema na etapa disputa em Curitiba no mês passado.


 


Mas a tranqüilidade da primeira prova do dia não se repetiu na segunda. Já na largada, Feldmann foi tocado e perdeu várias posições. Foi escalando o pelotão, até chegar ao terceiro posto, atrás do líder, Negrão, e de Claudio Ricci. Após a parada nos boxes, Boni assumiu o carro e foi imprimindo um ritmo forte até superar Walter Derani, companheiro de Ricci, na 27ª volta.


 


A partir daí partiu pra cima de Mattheis e foi diminuindo em torno de um segundo por volta a vantagem do primeiro colocado. A duas voltas do final, estava três segundos atrás do outro “Lambo” da GT3 Brasil. Mas um forte acidente envolvendo o Dodge Viper de Abramo Mazzochi encerrou precocemente a corrida, sob intervenção do Safety Car, impedindo Boni de brigar pela ponta.



A data e a pista das duas próximas etapas ainda estão indefinidas. A SRO Latin América, promotora do evento, está negociando com três autódromos: Londrina (PR), Santa Cruz do Sul (RS) e Goiânia (GO).


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *