GT3 Brasil: Hoffmann destaca prazer em dirigir o Lambo

Temporada da GT3 chega ao fim. Dupla Ingo/Boni fica em 8º lugar. Negrão/Mattheis, com Ford GT, sagra-se bicampeã.

A temporada 2008 do Speedy Telefônica GT3 chega ao fim. Hoje, na 16ª. e última corrida do campeonato, a vitória ficou mais uma vez com o Ford GT, da dupla Xandy Negrão/Andréas Mattheis, que na véspera, com outra vitória, já havia definido por antecipação o título de bicampeã. A dupla Ingo Hoffmann (que estreou esse ano na categoria) e Paulo Bonifácio, única a competir toda a temporada com o Lamborghini Gallardo, terminou na 8ª. posição.

Na rodada dupla desse fim de semana, Ingo/Boni terminou na sexta posição ontem e 8º. hoje, depois de largar em segundo, ter rodado e em seguida ter um pneu estourado, problema que a dupla enfrentou em várias etapas da temporada. “Não sei se foi erro meu ou se o pneu já estava desgastado mesmo, só sei que forcei, não ia facilitar a ultrapassagem do Xandy”, comentou o Alemão.

Sobre seu balanço da temporada, Ingo ressalta: “Realmente o que levo de mais positivo dessa minha estréia na categoria foi o prazer de pilotar o Lambo. Na parte técnica, foi um pouco decepcionante, pois sofremos com problemas de pneus e potência. Mas a categoria é nova e os ajustes estão sendo feitos. Vamos ver o ano que vem”, disse Ingo.

No placar das super-máquinas que correram esse ano – Ford GT, Dodge Viper, Lamborghini Gallardo, Ferrari F430, Porsche 911 – o Ford GT foi absoluto. Venceu 11 das 16 corridas, contra 3 do Viper e 2 do Lambo. Ingo/Boni conquistou uma vitória, um segundo lugar, três terceiros, um quinto, um sexto e um oitavo. Pontuou em 8 das 16 provas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *