GT3 Brasil: Irmãos Ebrahim faturam terceiro lugar na temporada

Dupla fechou rodada deste domingo na segunda posição, e acabou beneficiada pelo abandono de seu único rival na disputa, o também paranaense Alceu Feldmann.

Com o primeiro e o segundo lugares no campeonato já definidos em favor das duplas Xandy Negrão/Andreas Mattheis e Walter Salles/Ricardo Rosset, respectivamente, as atenções na última corrida do Telefônica Speedy GT3 Brasil em 2008 se voltaram para a decisão do terceiro lugar na tabela. E a vaga no grupo dos “Top 3” só teve realmente um dono a três voltas do final da etapa deste domingo, em Interlagos, que fechou o calendário de 16 corridas da GT3 Brasil neste ano. Após a quebra do motor do carro de Alceu Feldmann e Lico Kaesemodel – que ocupavam até então o terceiro posto na corrida e também no campeonato –, os irmãos Wagner e Fabio Ebrahim recuperaram a posição sobre os companheiros de equipe e comemoraram a melhor posição de um Dodge Viper Competition V10 na temporada.

Por ter corrido com três parceiros diferentes neste ano, Alceu era o único capaz de superar os irmãos Ebrahim na disputa pelo terceiro lugar na tabela, e viu dos boxes o abandono do parceiro Lico no final da prova – o que ocorreu com um susto devido a um princípio de incêndio. “Sabíamos que só um problema com o carro do Alceu nos permitira chegar em terceiro no campeonato, e foi isso o que acabou acontecendo”, admitiu Wagner Ebrahim, que antes de desembarcar na GT3 havia competido em diversas categorias nacionais e internacionais.

Aniversariante desta segunda-feira (faz 29 anos no dia 1 de dezembro), Fabio Ebrahim praticamente repetiu a declaração dada no dia anterior, quando ele e seu irmão mais velho haviam se aproximado de Alceu na tabela de pontos – depois de fecharem a prova de sábado em terceiro lugar: “Ontem ganhei um pedaço do meu bolo de aniversário, e hoje ganhei o bolo todo”, brincou Fabio. “Sempre em final de campeonato acontece algo especial conosco, e neste ano não foi diferente. Naturalmente não gostaríamos de ganhar assim, com o abandono do Alceu, mas foi o que acabou acontecendo”, encerrou o paranaense.

A corrida deste domingo terminou com mais uma vitória dos bicampeões Xandy Negrão e Andreas Mattheis, que chegaram a cair para a última posição em virtude de um problema eletrônico no início da prova, mas foram beneficiados por duas entradas de safety car, e pelo drive-through imposto a Walter Salles e Ricardo Rosset.

Os vice-campeões lideraram boa parte da prova, mas no pit stop de Rosset foram pegos com excesso de velocidade nos boxes e acabaram penalizados. “Passei 1 km/h mais rápido do que o permitido. Por tudo isso, o Walter fez um grande trabalho para trazer o carro novamente para a frente”, declarou Rosset.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *