GT3 Brasil: Vitória escapa de Lico/Alceu a duas voltas do final

Após uma corrida espetacular, depois de largar da 10ª. posição e assumir a liderança, motor explode e deixa dupla a pé.

Uma corrida emocionante, cheia de variáveis e surpresas marcou a última prova do Speedy Telefônica GT3, campeonato de carros Gran Turismo, encerrado hoje, no autódromo de Interlagos. Quando tudo levava a crer que a vitória ficaria com a dupla paranaense Lico Kaesemodel/Alceu Feldmann, a história mudou. A duas voltas do final, com Lico liderando com vantagem de cerca de três segundos, o motor do Dodge Viper estourou e a vitória ficou para Xandy Negrão/Andréas Mattheis (Ford GT), que na véspera sagrou-se bicampeã da categoria.

Lico e Alceu fizeram uma corrida impecável. Largando da 10ª posição, Alceu já pulou para 6º. e entregou o carro para o Lico na 5ª. posição. Com uma boa estratégia da equipe e uma penalização para a dupla Salles/Rosset, Lico voltou na 3ª. posição e na volta 27 de um total de 34, fez uma ultrapassagem em cima de Mattheis, para assumir a liderança e abrir. Porém, a duas voltas da bandeirada, o motor estourou.

“Foi uma pena, fizemos uma ótima corrida… De qualquer maneira, o balanço foi positivo, a equipe Full Time fez um bom trabalho e a categoria tem tudo para dar certo, só depende de equalizar melhor os carros. Ainda não sei da minha continuidade, mas ainda tem tempo, vamos ver para o ano que vem”, comentou Lico, bastante chateado.

Lico entrou na competição na 4ª etapa em parceria com Alceu Feldmann. A dupla disputou no total oito provas. Teve duas vitórias, dois segundos lugares, um terceiro e um sexto. Na rodada dupla desse fim de semana sofreu com problemas mecânicos. Ontem, abandonou com quebra da homocinética e hoje foi a vez do motor. Com os resultados, Lico termina em 7º. Lugar na classificação, enquanto Alceu é o 4º., pois disputou duas corridas a mais com outro parceiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *