GT3 Brasil: Lamborghini Gallardo é o carro a ser batido em Curitiba

É o que mostram as estatísticas. Em quatro provas disputadas naquele circuito, supercarro italiano foi implacável: quatro poles e quatro vitórias. Retrospecto aumenta favoritismo de dupla local.

A segunda temporada do Brasil GT3 Championship será aberta no próximo fim de semana (20) no Autódromo Internacional de Curitiba, Paraná, onde acontecerá a primeira rodada dupla do ano. Com estréia de várias estrelas e um grid reforçado também por novos carros e equipes, o histórico das quatro corridas realizadas naquele circuito, nas duas rodadas duplas de 2007, mostra que o Lamborghini Gallardo é o carro a ser batido. O bólido italiano largou da pole e venceu em todas as oportunidades. Foram três vitórias da dupla Paulo Bonifácio/Alceu Feldman e uma de Xandy Negrão/Andreas Mattheis. Nas poles, cada dupla conquistou dois primeiros lugares no grid.
 
A temporada 2008 da GT3 começa com pelo menos dois modelos Lamborghini Gallardo no grid. Preparado pela competente equipe paranaense Action Power, um deles pertence ao atual vice-campeão, Alceu Feldmann, que agora terá como parceiro Thiago Marques – dois pilotos que também são oriundos de Curitiba e que, por isso, dominam com maestria o traçado local. O outro Gallardo estará nas mãos de Paulo Bonifácio, terceiro colocado na temporada 2007 – ele e Feldmann desfizeram a dupla faltando duas rodadas duplas para o encerramento do torneio, e por isso acabaram em posições diferentes na classificação final. “Boni” terá como parceiro o estreante mais ilustre deste início de temporada: ninguém menos que Ingo Hoffmann, formando outra dupla de quem se espera muito para 2008.


Principal ameaça – As estatísticas mostram ainda que a principal ameaça para o Lamborghini na temporada passada foi o Ferrari F430 da dupla Walter Derani e Cláudio Ricci, que faturou duas das quatro melhores voltas colocadas em jogo. As demais acabaram nas mãos de Mattheis e Negrão, que terminaram o ano como os primeiros campeões da história da GT3. O Lamborghini, no entanto, não reinou sozinho em 2007. Ao fim da temporada, perdeu terreno para a concorrência e acabou dividindo a condição de melhor carro do ano com o Dodge Viper, um verdadeiro representante dos míticos muscle cars norte-americanos que, por sua eficiência, acabou atingindo a cota máxima de inscrições permitidas para 2008, com seis exemplares garantidos no grid.


Os recordes do traçado de 3.695 metros, no entanto, pertencem ao Lamborghini Gallardo. O supercarro italiano cravou a melhor marca para a pole position em 1min18s652 (média de 169,12 km/h), e assinalou a melhor volta em corrida mais rápida registrada até hoje em 1min20s022 (166,22 km/h), ambas de autoria da dupla Negrão/Mattheis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *