GT3 Brasil: Recuperado de acidente na Alemanha, Ricci espera prova difícil em Interlagos

Piloto gaúcho já caminha normalmente depois do choque sofrido em Oschersleben, que deixou hematomas em seus dois pés.

A rodada dupla deste final de semana do Itaipava GT3 Brasil, que será realizada no autódromo de Interlagos, em São Paulo, deve ser a mais difícil deste início de calendário para a CRT Brasil. A equipe lidera o campeonato com a dupla Cláudio Ricci e Rafael Derani, e em quatro corridas já disputadas acumula duas vitórias e dois segundos lugares, além de duas pole positions e três melhores voltas.

A expectativa de que as provas de São Paulo sejam as mais difíceis deste início de ano é do próprio Cláudio Ricci, que está de volta ao Brasil depois de disputar a rodada dupla do último final de semana do GT3 Europeu no circuito de Oschersleben, na Alemanha. Já recuperado da batida, que deixou hematomas em seus dois pés – e o obrigou a correr com certo desconforto nas provas do último sábado e domingo –, ele garante estar 100% recuperado para as corridas de Interlagos.

“Considero a rodada deste final de semana uma das mais competitivas do ano, não só pela chegada de novos carros e pilotos, mas também pela constante evolução das equipes e pelo fato de levarmos um peso extra de 60kg em nossa Ferrari, fruto dos resultados obtidos nas duas primeiras corridas do ano”, comentou Ricci.

O novo regulamento da GT3 brasileira prevê o acréscimo de 30kg no peso total do conjunto carro-piloto para a dupla que marcar o maior número de pontos em cada uma das sete primeiras rodadas duplas do ano. Ricci e Derani fecharam as provas de São Paulo e Curitiba em primeiro na soma dos resultados das duas baterias, e por essa razão levam 60kg de lastro para a terceira etapa.

“Acredito que os Viper andem forte nessa etapa, em virtude da nova configuração dos pneus dianteiros prevista para o modelo a partir desta corrida. Além disso, o Porsche também costuma ser um adversário forte em Interlagos, isso sem falar do Ford GT”, acrescentou Ricci.

Além dos adversários já conhecidos nas primeiras corridas, os pilotos da equipe CRT Brasil terão de enfrentar novos concorrentes neste final de semana. Isso porque a organização do evento espera a estréia de mais dois Dodge Viper, uma Ferrari Scuderia e um Lamborghini Gallardo neste final de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *