GT3 Brasil: Supercarros fazem teste em Jacarepaguá

Equipes e pilotos trabalharam no acerto para a pista ainda inédita na categoria.

Com a rodada dupla carioca se aproximando, parte do grid do Telefônica Speedy GT3 Brasil estiveram em Jacarepaguá para a realização de testes particulares visando as duas corridas marcadas para o domingo. O traçado do Rio de Janeiro ouviu pela primeira vez o rugido dos motores de três Ferrari F430 V8, dois Ford GT V8 e um Lamborghini Gallardo V10. A intenção de pilotos e equipes foi realizar um trabalho extra de acerto para o traçado, que ainda é inédito na categoria.


Treinaram nesta terça-feira em Jacarepaguá os pilotos Ingo Hoffmann (Lamborghini Gallardo V10), Ricardo Rosset (Ford GT V8), Fábio e Wagner Ebrahim (Dodge Viper V10), Claudio Ricci (Ferrari F430 V8), Daniel Serra (Ferrari F430 V8) e Andréas Mattheis (Ford GT V8). Ricci também trabalhou no acerto de outro Ferrari F430, cujos pilotos devem estrear no campeonato em outra pista. Como não havia cronometragem oficial – afinal, era um treino particular – os tempos não foram divulgados. Entre os envolvidos no trabalho de acerto estava o suíço Martin Bartech, dono da preparadora Matech, responsável pelos Ford GT V8 – caros que são destaque na GT3 em todo o mundo. Vários técnicos estrangeiros trabalham rotineiramente no Telefônica Speedy GT3 Brasil.


Os treinos desta terça-feira foram a última oportunidade de acerto antes do início dos ensaios oficiais, marcados para a próxima quinta-feira. O Telefônica Speedy GT3 Brasil terá as largadas da 9ª e 10ª etapas respectivamente às 10h50 e 15h40 deste domingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *