GT3 Brasil: Xandinho fecha testes na Champ Car e pode estrear na GT3

Terceiro membro da família Negrão na grande final depende dos reparos na Lambo.

Depois de realizar dois dias de testes pela Rocketsports no circuito texano MSR, em Houston, Xandinho Negrão era esperado nesta sexta-feira em Interlagos para os treinos extras da quinta e última rodada dupla da GT3 Brasil. Os planos de estrear no fim de semana em que o pai pode conquistar o primeiro título da série, no entanto, ainda dependem do conserto no motor da Lamborghini Gallardo da Equipe Medley. Caso o técnico chamado da Alemanha consiga sanar a pane sofrida nos ensaios livres da quinta-feira, Xandinho correrá ao lado de Walter Salles Jr.

Xandinho percorreu mais de 130 voltas com o Lola-Cosworth da equipe comandada pelo norte-americano Paul Gentilozzi. Ficou impressionado com a estrutura colocada à sua disposição. “Eram quatro engenheiros e um grande número de outros profissionais. É muito mais do que eu estava acostumado na Fórmula GP2”, comparou Xandinho, que gostou da experiência e parece ter caído nas graças do time. “A pista não estava tão rápida quanto da última vez em que eles testaram. Mas o pessoal gostou da minha consistência e das informações que transmiti”, afirmou.

O carro da Champ Car tem motor de 950 cavalos, mas o peso também é superior aos Dallara-Mecachrome da Fórmula GP2. “É mais veloz, mas também mais pesado e não tem tanta eficiência nas freadas. E possível fazer uma série de regulagens de dentro do cockpit que não são permitidas na GP2. Mas é um carro prazeroso de dirigir. Claro que ainda tenho o GP2 muito mais à mão, mas ainda assim acho que consegui me adaptar com certa facilidade ao Lola e a uma pista desconhecida”, comentou.

Xandinho admite que a Champ Car pode ser uma alternativa interessante para seu futuro no automobilismo. “Gostei do esquema e a categoria sempre foi uma das principais de monopostos em todo o mundo. Mas tenho de pensar direitinho nas minhas opções. Estou conversando com muita gente e existem outros caminhos na Europa que não posso descartar. Vamos ver. Ainda tenho um tempo ainda de tomar uma decisão”, explicou.

Se a Lamborghini Gallardo ficar pronta a tempo, Xandinho participará dos treinos e das tomadas classificatórias deste sábado. Poderá ser o terceiro representante da família na decisão da GT3 Brasil, já que o pai Xandy lidera a classificação ao lado do companheiro de equipe Andreas Mattheis e o tio Guto, da Stock Car, estreará como parceiro de Fábio Casagrande ao volante de outro Dodge Viper Coupé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *