GT3 Brasil: Xandy e Andreas estréiam Lambo com pole em Curitiba

Segundo colocados batem líderes e saem na frente da rodada dupla deste domingo.

 


Valeu a pena trocar o Dodge Viper Coupé pela Lamborghini Gallardo. Na estréia do modelo italiano da Equipe Medley, a dupla Xandy Negrão/Andreas Mattheis conquistou a pole das duas provas deste domingo no Autódromo Internacional de Curitiba – Pinhais, válidas pela quinta e sexta etapas da GT3 Brasil. Os segundo colocados na classificação dividirão a primeira fila com outra Lambo, dividida pelos líderes Paulo Bonifácio/Alceu Feldmann.


“Minha última pole foi em 1994. Nem havia pensado nisso! É uma sensação muito boa, rejuvenesce. Só que eu preciso me aplicar mais, pois o Xandy foi um segundo mais veloz. Para a corrida, vou sem pressão, pois estou aqui para me divertir. Essa é a vantagem de correr depois de velho”, brincou Mattheis, diretor-técnico da Equipe Medley na Stock Car e que voltou à pista na GT3, interrompendo uma aposentadoria de 13 anos. Apesar da alegria pelos resultados, o parceiro Xandy Negrão sugeriu cautela. “Não tive folga, foi uma classificação bem parelha. Não dá ainda para soltar foguete. Estamos aprendendo ainda o carro”, lembrou.


A substituição do carro norte-americano foi decidida depois da rodada dupla do início do mês na capital paranaense, onde o Dodge Viper Coupé se mostrou incapaz de enfrentar a Lambo de igual para igual. Das corridas anteriores, a Lambo só não ganhou a segunda etapa em Tarumã (RS), por causa de uma pane na largada que permitiu a Xandy e Andreas conquistar sua única vitória até agora. Neste domingo, eles podem reduzir a diferença de nove pontos – 38 a 29 – que os separa de Bonifácio e Feldmann.
A largada da prova de abertura está marcada as 10 h, com duração de uma hora e troca obrigatória de piloto entre o 23º e o 37º minuto. A segunda, com o mesmo formato, começará às 14 horas.


Os resultados deste sábado foram:


5ª etapa – Treinos classificatórios


1º) Andreas Mattheis/Xandy Negrão (LG), 1:19.647, média de 167,01 km/h
2º) Paulo Bonifacio/Alceu Feldmann (LG), a 0.446
3º) Renato Cattalini/Luís Otávio Paternostro (F4), a 1.016
4º) Rafael Derani/Alencar Jr. (F4), a 1.113
5º) Leonardo Burti/Paulo de Tarso (VC), a 1.456
6º) Abramo Mazzochi/Ramon Matias (VC), a 1.760
7º) Amílcar Collares/Fábio Casagrande (VC), a 2.452
8º) Walter Derani/Cláudio Ricci (F4), a 2.484
9º) Carlos Crespo/Roberto Pupo Moreno (F4), a 2.740
10º) Sérgio Laganá/Marcelo Fernandes (F4), a 3.438
11º) Antonio Hermann/Lico Kaesemodel (P9), a 4.617


6ª etapa – Treinos classificatórios


1º) Xandy Negrão/Andreas Mattheis (LG), 1:18.652, média de 169,12 km/h
2º) Alceu Feldmann/Paulo Bonifacio (LG), a 0.138
3º) Cáudio Ricci/Walter Derani (F4), a 0.866
4º) Luís Otávio Paternostro/Renato Catalini (F4), a 1.379
5º) Fábio Casagrande/Amílcar Collares (VC), a 1.588
6º) Ramon Matias/Abramo Mazzochi (VC), a 1.680
7º) Lico Kaesemodel/Antonio Hermann (P9), a 2.145
8º) Alencar Jr./Rafael Derani (F4), a 2.612
9º) Marcelo Fernandes/Sérgio Laganá (F4), a 2.810
10º) Paulo de Tarso/Leonardo Burti (VC), a 3.526

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *