GT3 Brasil: Xandy e Mattheis começam a defender título da GT3

Estréia de Nelson Piquet deve acontecer apenas na segunda etapa.

O paulista Xandy Negrão e o fluminense Andreas Mattheis (Medley) começam nesta quinta-feira a defender o título do Campeonato Brasileiro de GT3, série de turismo introduzida no País no ano passado reunindo algumas das marcas mais cobiçadas de todo o mundo, como Ferrari, Lamborghini, Dodge Viper, Porsche, Ford e outras ainda esperadas para 2008. Três sessões de treinos extras de uma hora cada darão a largada da categoria no Autódromo Internacional de Curitiba – Pinhais.


O público paranaense, no entanto, não poderá ver uma das atrações mais aguardadas da temporada. O tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet só deverá estrear na segunda etapa, marcada para o período de 9 a 11 de maio, em São Paulo. “O Ford GT3 dele ainda não chegou, mas contamos com ele nas corridas em Interlagos”, informou Antonio Hermann, dublê de piloto e organizador da GT3 no Brasil. A fábrica norte-americana, contudo, estará representado pela dupla formada pelo cineasta Walter Salles e pelo ex-piloto de Fórmula 1 Ricardo Rosset.


Xandy e Mattheis venceram seis das 10 provas de 2007, quando se revezaram entre o Dodge Viper Coupé e o Lamborghini Gallardo. A expectativa da parceria é que o Ford GT3 já encomendado esteja disponível na terceira etapa, programada para junho em Brasília. “Pelo que sentimos nos testes de equalização realizados na Europa neste início de ano, o Ford GT3 parece ser o modelo mais competitivo do grid”, sublinhou Mattheis, que retornou ao volante em 2007 depois de 13 anos da conquista do Brasileiro de Marcas e Pilotos.


Mattheis atravessa um grande momento desde o ano passado, tanto como piloto quanto como diretor-técnico da Equipe Medley na Stock Car. Além do campeonato da GT3, venceu a última etapa da Stock Car em 2007 e a primeira de 2008 com o piloto Marcos Gomes. Domingo último, aliás, a dupla Xandy-Mattheis voltou a mostrar que continua afinada. Mattheis entregou a Marcos Gomes um carro bem-acertado e Xandy traçou a estratégia de parada nos boxes que seria fundamental para a segunda vitória consecutiva da Medley


Na capital paranaense, Mattheis acredita que o trabalho da dupla não será fácil. “Vamos correr com o Viper na configuração de 2007 porque o câmbio seqüencial não foi homologado para uso no Brasil. Fizemos quatro corridas em Curitiba no ano passado e encontramos dificuldades com o Viper em duas delas. A pista pede um carro com motor central, como o Lamborghini Gallardi que usamos para ganhar as outras duas. O Viper usa apenas três marchas e boa parte do traçado é feita somente em terceira, enquanto o Lamborghini utiliza até a quinta. Mas o Viper é bastante confiável. Além disso, nosso carro foi 100% revisado, com a troca do sistema de câmbio, diferencial e freios”, ressalvou.


Mattheis concorda que sua dupla era a mais equilibrada em 2007 – o regulamento determina que as parcerias sejam formadas de acordo com o currículo de cada um. Reconhece que a oposição será muito mais feroz com a chegada de nomes de peso. “Ingo Hoffmann e Paulo Bonifácio formam uma dupla forte, assim como o pessoal da Stock Car, casos de Alceu Feldmann-Thiago Marques”, destacou.
Além da GT3, o programa prevê a abertura do Campeonato Sul-Americano de Fórmula 3 e da Copa Clio.


Os horários da GT3 em Curitiba serão estes:


Quinta-feira


10h00/11h00 – Treino extra 1
13h15/14h15 – Treino extra 2
16h30/17h30 – Treino extra 3


Sexta-feira


12h40/13h25 – Treino livre 1
15h20/16h05 – Treino livre 2


Sábado


08h55/09h25 – Treino livre 3
11h25/12h15 – Treino classificatório
15h25/16h25 – 1ª etapa


Domingo


08h55/09h10 – Warm up
13h45/14h45 – 2ª etapa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *