Indy Lights: Rodrigo Barbosa encara mais uma corrida de rua nos Estados Unidos

Após passar pelo nervosismo natural de estrear na Indy Lights, categoria de acesso à Fórmula Indy, o paulista Rodrigo Barbosa encara neste fim de semana (17 a 19/04) mais um desafio. Ele correrá pela primeira vez no já tradicional circuito nas ruas de Long Beach, Califórnia, na costa oeste dos Estados Unidos.

“Minhas expectativas para essa corrida de Long Beach são bem maiores do que as que eu tinha na estréia em St. Pete. Estou mais confiante, e quem sabe dá pra chegar entre os 10 primeiros nesse final de semana”, comenta o piloto, 13º colocado no complemento da rodada dupla inaugural da competição.

Um dos motivos da empolgação de Rodrigo Barbosa foi tudo o que ele alcançou nas duas primeiras corridas do ano. “Pra mim foi excelente. Aprendi mais sobre o carro, ganhei milhagem, o que é fundamental para quem está começando”, garante. O titular da equipe brasileira ELFF Racing não enxergou pontos negativos em sua estréia. “Foi tudo muito positivo. Além do tempo de pista para melhorar minha adaptação, aprendi a passar informações para a equipe e aprendi a andar com muitos carros, nunca competi com tantos adversários assim”, acrescenta o piloto, que enfrentou outros 26 concorrentes nas provas de abertura da competição, incluindo os brasileiros Bia Figueiredo e Mário Romancini.

O que também pode facilitar a vida de Rodrigo em Long Beach é o fato de o circuito ser desconhecido da maioria das equipes e pilotos da categoria. “É uma pista nova pra todo mundo, então vai ajudar bastante, pois todos vão estar no mesmo barco”, analisa. Os competidores também terão mais tempo para se adaptar à pista californiana. “Serão dois treinos livres antes da classificação, o que com certeza vai ajudar para a corrida”, afirma o piloto da região de Sorocaba, interior de São Paulo. Em St. Petersbug foi disputado apenas um treino livre de 45 minutos.

Para está prova a equipe ELFF Racing fez diversas modificações no carro de Rodrigo Barbosa. A começar pelo chassi, que tem uma atualização de suspensão e aerodinâmica. Além disso, após as corridas iniciais, foi detectado um problema no freio e nos amortecedores traseiros, que estavam vazando. “Trocamos as peças por novas, e inclusive colocamos um modelo melhor de amortecedores. Estamos confiantes, pois a solução desses dois problemas poderá nos ajudar muito neste fim de semana em Long Beach”, completa Rodrigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *