Indy Lights: Sebastian Saavedra vence em dobradinha da AFS Racing/Andretti Green Racing

O colombiano Sebastian Saavedra, da AFS Racing/Andretti Green Racing, venceu neste sábado (112/07), a Toronto 100, em Toronto, no Canadá, a 9ª etapa da temporada. Foi a segunda vitória de Saavedra, que é rookie, na temporada, e a primeira em um circuito de rua. O líder da temporada, o norte-americano J.R.Hildebrand, completou a dobradinha da equipe. O canadense James Hinchcliffe, da Sam Schmidt Motorsports, foi o 3º.

A prova começou com pista molhada, devido a chuva que caiu antes. Saavedra, pole-position, manteve a ponta na largada, seguido por Hildebrand. Com a pista secando, na 7ª volta os parceiros de equipe pararam nos boxes, para trocar os pneus com sulcos para os slick. Com um trabalho de boxes mais rápido, Hildebrand assumiu a liderança.

Mesmo com um carro mais rápido, Saavedra teve que controlar os ataques, para evitar um choque com o parceiro. Na 18ª volta o colombiano retomou a primeira posição, abrindo vantagem. Na 38ª volta ele marcou a volta mais rápida da prova, com 1m06s0954.

No final das 50 voltas Saavedra venceu com seis segundos de frente sobre Hildebrand. Hinchcliffe terminou em 3º. O inglês Stefan Wilson, da Walker Racing, foi o 4º, seguido pelo australiano James Davison, da Vision Racing. O brasileiro Mario Romancini, da RLR/Andersen Racing, chegou em 6º.

“Optamos por sair com um acerto intermediário entre a pista seca e molhada, e fiz minha parada logo que foi dada a bandeira verde. Voltei no final do pelotão, mas quando o resto do pelotão começou a entrar nos boxes, consegui ganhar posições. Considerando que não conseguimos encontrar o acerto ideal para esta pista, ter fechado a corrida de Toronto em sexto foi um ótimo resultado, e sem dúvida devo estes pontos à pista molhada e a nossa estratégia de trocar os pneus mais cedo”, comentou Romancini, que foi o único a fazer o pit stop ainda na primeira volta da prova.

Bia Figueiredo, da Sam Schmidt Motorsports, terminou em 13º. A brasileira, conhecida nos EUA como Ana Beatriz, vinha na 5ª posição quando as rodas traseiras do seu carro ficaram bloqueadas e ela passou reto na curva 8.

“A curva 8 é bastante difícil e o piso tem muitas ondulações na freada. Meus freios estavam mais traseiros e, tentando ganhar posições, eu bloqueei as rodas, não consegui passar marcha, saí da pista, e perdi muito tempo até voltar”, descreve a piloto, que tem uma vitória na temporada.

O brasileiro Rodrigo Barbosa, da ELFF Racing, abandonou com problemas mecânicos na 36ª volta.

“Voltei para a pista e continuei andando. Até que o problema do câmbio foi piorando muito, começou a fazer muito barulho, e eu resolvi parar antes que ficasse tudo destruído e eu ainda atrapalhasse a corrida de alguém”, comentou

Hildebrand lidera o campeonato com 319 pontos. Saavedra, o vice-líder, soma 268. Romancini é 3º, com 249, Bia, 8º, com 203 e Barbosa, 20º, com 98.

A 10ª etapa será novamente em circuito de rua, desta vez em Edmonton, no estado de Alberta, ainda no Canadá, dia 25 de julho.

Final:

1. Sebastian Saavedra* AFS Racing/Andretti Green Racing  50     
2. J.R. Hildebrand AFS Racing/Andretti Green Racing 50     
3. James Hinchcliffe* Sam Schmidt Motorsports 50     
4. Stefan Wilson* Walker Racing 50     
5. James Davison Vision Racing 50     
6. Mario Romancini* RLR/Andersen Racing 50     
7. Wade Cunningham Sam Schmidt Motorsports 50     
8. Gustavo Yacaman* Sam Schmidt Motorsports 49     
9. Daniel Herrington* Bryan Herta Autosport 49     
10. Andrew Prendeville Team Moore Racing 49     
11. Ali Jackson* RLR/Andersen Racing 49     
12. Martin Plowman* Panther Racing     49     
13. Ana Beatriz Sam Schmidt Motorsports 49     
14. Richard Philippe* Team PBIR 49     
15. Charlie Kimball* Team PBIR 49     
16. Pippa Mann* Panther Racing 46     
17. Rodrigo Barbosa* ELFF Racing 36     
18. Sergey Mokshantsev* Brian Stewart Racing 33     
* Rookie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *