IndyCar: Após “salvar” Long Beach, Tony mantém terceira posição no campeonato

Piloto da KV – Lotus cai para o final do grid, mas se recupera na Califórnia

O brasileiro Tony Kanaan largou na 10a posição no Grande Prêmio de Long Beach, terceira etapa da Fórmula Indy, e se manteve no mesmo posto até a equipe KV Racing Technology – Lotus o chamar antecipadamente para a primeira parada nos boxes, pensando que haveria uma bandeira amarela devido a rodada de Justin Wilson. No entanto, a bandeira amarela não veio e o seu pit-stop teve o dobro de tempo porque o mecânico não encaixava o bocal da mangueira de etanol. Resultado: o brasileiro caiu para a 24a posição.

Desde então, Kanaan iniciou uma corrida de recuperação e foi ganhando várias posições. Na última bandeira amarela, causada pelo acidente entre Hélio Castroneves e Will Power, Kanaan assumiu a oitava posição e apenas administrou o seu etanol para mais um top 10 (3 em 3 corridas) e garantir a terceira colocação no campeonato, agora, com 87 pontos, atrás apenas de Dario Franchitti e Power.

“Hoje foi um longo dia. Tivemos um problema no primeiro pit-stop que nos custou a corrida, mas, mesmo assim, terminamos dentro do Top-10, o que nos ajudou a manter a posição no campeonato. Erros como o de hoje não podem acontecer, portanto, temos que voltar pra casa, verificar o que aconteceu e sanar o problema”, comentou Kanaan.

A próxima corrida da Fórmula Indy será a Itaipava SP Indy 300 Nestle (www.saopauloindy300.com.br), a etapa brasileira nas ruas de São Paulo, que envolve o Sambódromo do Anhembi e a Marginal Tiête, no primeiro dia de maio. Kanaan já desembarca no Brasil nesta quarta-feira (20). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *