IndyCar: Atual vencedor do GP de Kentucky, Tony acha que o tráfego será o desafio

Brasileiro almeja repetir o feito de 2007 quando largou na pole e venceu.

Em 2007, Tony Kanaan largou na pole-position e venceu o GP de Kentucky. Neste sábado (9), o brasileiro busca repetir o feito e conquistar a segunda vitória na temporada da Fórmula Indy. Para isso, o vencedor do GP de Richmond desse ano aposta que terá que superar um grande desafio, já que o número de carros aumentou significativamente em relação a prova passada, o que torna o tráfego o ponto chave para um êxito na cidade de Sparta.


“No ano passado, nós diminuímos ao máximo a pressão aerodinâmica e usamos um configuração forte. Com isso, você não poderia cometer erros e complicava bastante se tivéssemos um carro pela frente, pois, por causa desse acerto, a turbulência do outro carro faz o seu ficar sem aderência”, exemplificou o piloto da Andretti Green Racing.


Para esse ano, a estratégia terá algumas mudanças por causa do aumento de carros que disputarão a 14a etapa da Fórmula Indy no circuito oval de 1,5 milhas. “Com 18 carros, você poderia andar com um acerto bastante agressivo porque não encontrávamos muitos retardatários. Nesse ano, com 26 carros, vamos ultrapassar sempre. Então, mudou muito. Vamos estudar qual acerto utilizaremos, mas acredito que o tráfego será o x da corrida”, destacou o campeão da categoria de 2004.


Devido à essa preocupação enfatizada por Kanaan, a Firestone irá estrear um novo composto nos pneus slicks que serão utilizados tanto em Kentucky, como no último oval do ano, em Chicago. A nova matéria-prima visa justamente dar mais aderência nessas pistas. Os pneus serão do mesmo formato usado nos demais circuitos de 1,5 milhas, ou seja, os dois do lado direito com o diâmetro maior, cerca de meia polegada, porém com esse up-grade revelado. Ao todo, serão 1008 pneus disponíveis, sendo oito jogos (32 unidades) para cada carro.


Embora o cenário seja um pouco diferente de sua conquista em 2007, Kanaan acredita que a sua equipe estará competitiva no penúltimo circuito oval desse ano. “Eu realmente espero brigar pela pole-position e pela vitória novamente. Sabemos que algumas equipes ganharam um desempenho considerável nas últimas provas, então, será ainda mais difícil. No entanto, acho que podemos ser um dos candidatos a vencer e conquistar valiosos pontos no campeonato”, destacou o brasileiro, atual 4o colocado no certame.


O GP de Kentucky, que terá 200 voltas, um total de 300 milhas, será decisivo na disputa pelo título da temporada. Após a corrida desse sábado (9), restarão apenas mais três etapas, Sonoma, Detroit e Chicago. Ainda haverá a etapa da Austrália, no dia 26 de outubro, mas não valerá pontos para o campeonato, será apenas a festa de encerramento do ano.


Confira a programação:


Sexta-feira (8)


1o treino livre – 12h às 14h (horário de Brasília)
2o treino livre – 15h45 às 17h45
Classificação – 19h30


Sábado (9)


Largada – 19h30



GP de Kentucky – 9 de Agosto
14ª etapa de 2008
Circuito: Oval
Extensão: 1,5 milhas
Inclinação nas curvas: 14 graus
Inclinação na reta: 8 graus
Inclinação na reta oposta: 4 graus
Voltas: 200
Capacidade: 66.089 mil lugares
Melhor resultado de Tony Kanaan: 1º (2007)
95a corrida disputada por Tony Kanaan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *