IndyCar: Com estratégia diferenciada, Tony termina entre os 10 primeiros

Largando na 27a posição, a última do grid, o brasileiro Tony Kanaan fez uma grande prova de recuperação ao ultrapassar 18 carros e finalizar na 9a colocação o GP de Edmonton, no Canadá, disputado neste sábado (26) e válido pela 13a etapa da Fórmula Indy.

O piloto da Andretti Green Racing já mostrou “apetite” ao ganhar sete posições nas duas primeiras voltas, mesmo sendo um circuito misto com poucos pontos de ultrapassagens. No final, a prova foi encerrada pelo tempo máximo o que prejudicou a estratégia de Kanaan, que tinha combustível suficiente para completar todas as 95 voltas previstas.

“Pela forma como lutamos na corrida e por nosso carro ser um dos três mais rápidos, a nossa posição final foi meio frustrante. Porém, para quem largou na última colocação, acho que recuperamos bastante e somamos pontos importantes. Foi uma corrida bem difícil fisicamente, ainda mais, vindo lá de trás, mas superamos isso. Acho que os fãs gostaram do que viram e espero voltar aqui no ano que vem”, destacou o melhor piloto da AGR na corrida, que liderou 11 voltas entre as 91 realizadas.

A prova no traçado canadense de 14 curvas, que estava com as arquibancadas lotadas, foi vencida pelo líder do campeonato, o neozelandês Scott Dixon, da Ganassi, seguido por Hélio Castroneves, da Penske, também segundo na pontuação geral. Kanaan perdeu a 3a colocação para o inglês Dan Wheldon, que cruzou na 7a posição, mas com apenas 3 pontos de diferença. Agora, restam quatro corridas para o final da temporada, sendo a próxima no dia 09 de Agosto, no GP de Kentucky.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *