IndyCar: Dario Franchitti vence em Iowa

O escocês Daro Franchitti, da Ganassi, venceu neste domingo (21/06), o GP de Iowa, 7ª etapa da temporada. Foi a segunda vitória de Franchitti no ano e 10ª na categoria. O australiano Ryan Briscoe, da Penske foi o 2º, seguido pelo japonês Hideki Mutoh, da Andretti-Green.

Na largada o pole-position, o brasileiro Helio Castroneves, da Penske, manteve a ponta, seguido por Briscoe e o neozelandês Scott Dixon, da Ganassi.

Logo na 2ª volta a primeira bandeira amarela foi acionada. O venezuelano Ernesto Viso, da HVM, rodou, batendo no muro, com o holandês Robert Doornbos, da Newman/Haas/Lanigan, escapando na pista e tocando no carro do venezuelano e do norte-americano Ryan-Hunter Reay, da Foyt. Doornbos quebrou a asa dianteira de seu carro.

A prova recomeçou na 11ª volta. Seis voltas depois, na disputa pela liderança, Castroneves e Dixon se tocaram, provocando a segunda amarela. O brasileiro perdeu um pedaço do bico do Dallara-Honda com o neozelandês tendo o pneu traseiro esquerdo furado. Ambos foram para os boxes. Alguns pilotos fizeram seu primeiro pit stop.

Briscoe era o primeiro, seguido pelo sul-africano Tomas Scheckter, da Dreyer&Reinbold e o norte-americano Marco Andretti,da Andretti-Green. Dixon caiu para 12º e Castroneves, 13º. A relargada veio na 23ª volta.

O inglês Justin Wilson, da Dale-Coyne, bateu forte na 34ª volta, trazendo a terceira amarela. Com quase todos nos boxes, a norte-americana Danica Patrick, da Andretti-Green, que havia parado antes, assumiu a liderança. Nove voltas depois a bandeira verde foi dada.

Dois brasileiros abandonaram na 54ª volta, quando Raphael Matos, da Luczo Dragon rodou e bateu. Tentando desviar Mario Moraes, da KV, também bateu. A relargada aconteceu na 65ª volta, com o brasileiro Tony Kanaan, da Andretti-Green, sem ter parado nos boxes, em primeiro, seguido pelo inglês Dan Wheldon, da Panther.

O baiano liderou até a 106ª volta, quando parou nos boxes, deixando Wheldon na frente. Cinco voltas depois Kannan bateu na curva dois, acionando mais uma amarela.

A prova recomeçou na 122ª volta. Na seguinte Franchitti superou Briscoe, assumindo a liderança. Na 138ª volta o líder da temporada recuperou a primeira posição.

Na 188ª volta, em bandeira verde, os lideres começaram a parar nos boxes. Por volta da 200ª volta Franchitti fez a sua última parada, assumindo em definitivo a liderança.

O escocês venceu com cinco segundos de vantagem sobre Briscoe. Mutoh foi o 3º. Wheldon terminou em quarto, seguido por Dixon e Scheckter. Castroneves, com uma volta de atraso, foi o 7º.

Briscoe lidera o campeonato com 241 pontos, três a mais do que Franchitti. Dixon é o 3º, com 226, seguido por Castorneves, que soma 213.

A próxima etapa acontece no dia 27 de junho, em Richmond.

Confira o resultado final da prova:

1°. Dario Franchitti (ESC/Ganassi), 250 voltas
2°. Ryan Briscoe (AUS/Penske), a 5s0132
3°. Hideki Mutoh (JAP/Andretti Green), a 10s9769
4°. Dan Wheldon (ING/Panther), a 17s5807
5°. Scott Dixon (NZL/Ganassi), a 1 volta
6°. Tomas Scheckter (AFS/Dreyer & Reinbold), a 1 volta
7°. Helio Castroneves (BRA/Penske), a 1 volta
8°. Mike Conway (ING/Dreyer & Reinbold), a 1 volta
9°. Danica Patrick (EUA/Andretti Green), a 1 volta
10°. Ed Carpenter (EUA/Vision), a 2 voltas
11°. Graham Rahal (EUA/Newman-Haas-Lanigan), a 5 voltas
12°. Marco Andretti (EUA/Andretti Green), a 6 voltas
13°. Jaques Lazier (EUA/Curb-Agajanian-3G), a 13 voltas

Não completaram:

Tony Kanaan (BRA/Andretti Green), 108 voltas
Robert Doornbos (HOL/Newman-Haas-Lanigan), 58 voltas
Raphael Matos (BRA/Luczo Dragon), 53 voltas
Mario Moraes (BRA/KV), 52 voltas
Justin Wilson (ING/Dale Coyne), 33 voltas
Ryan Hunter-Reay (EUA/Vision), 2 voltas
E.J. Viso (VEM/HVM), 0 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *