IndyCar: Fórmula Indy vai exigir preparo dos pilotos em São Paulo

Para conduzir os carros a mais de 300 km/h, competidores precisam de condicionamento físico de ironman. Em uma única corrida chegam a perder 4kg.

A temporada 2010 da IZOD Indycar Series tem início marcado para o próximo dia 14 de março, no Circuito Anhembi, traçado projetado pelo neozelandês Tony Cotman, nas ruas de São Paulo. Mas os pilotos já sabem que terão pela frente uma prova que exigirá muito em termos de preparação física. Hoje, os competidores da categoria são atletas com níveis de preparação comparáveis aos dos praticantes do ironman – competição multiesporte formada por uma sequência ininterrupta de modalidades diferentes, como natação, corrida a pé e competição ciclística.

Desde os anos 50, o argentino Juan Manuel Fangio se gabava por ter um excelente preparo físico. Constantemente, Fangio desafiava seus concorrentes e mecânicos a sustentarem o peso do próprio pescoço quando deitados sob o carro para substituir algum componente do carro. Ayrton Senna marcou o início de uma nova era no que tange ao condicionamento físico dos pilotos, tanto que seu preparo podia ser comparado ao de um triatleta.

Atualmente, a preparação física dos pilotos é essencial para um bom desempenho nas pistas, assim como a alimentação. Os pilotos Vitor Meira, Tony Kanaan, Mario Moraes e Helio Castroneves seguem rotinas parecidas de treinamento, mas pode-se notar que exibem um preparo físico de super atletas.

Tony Kanaan comentou que o período da pré-temporada é aquele em que mais pode se dedicar à parte física, chegando a treinar quatro horas diárias. Kanaan ressaltou que o planejamento de seu treino é feito baseado no tipo de traçado que irão enfrentar na próxima prova.

“Por exemplo, em Indianápolis sofremos uma carga enorme de força G ao final da reta e o esforço sobre o pescoço é muito grande. Em pistas de rua como Sonoma, São Petersburgo, e São Paulo, o desgaste é ainda maior. A alimentação antes das provas exige especial atenção, e a preparação visa evitar perdermos muito líquido ou que venhamos a sofrer alguma indisposição estomacal”, disse Tony.

O brasiliense Vitor Meira, que se acidentou em Indianápolis ano passado, retorna às competições este ano. Ele vem treinando muito de kart na tentativa de afinar os reflexos e recuperar o ritmo de corrida. Um complemente importante nessa rotina, no entanto, é freqüentar regularmente a academia. O piloto pratica também triatlo, algo que declarou ser sua segunda paixão.

“Três dias antes das provas mudo um pouco a rotina de preparação. Nos circuitos mistos, o desgaste é muito mais físico, então procuro me hidratar bem e consumir alimentos que gerem energia. Duas horas antes da corrida faço uma refeição leve, de preferência uma massa. Já nos ovais dou mais atenção à concentração, trabalho mais o lado mental; e procuro dormir bem, isso é o principal”, falou Meira.

Como a categoria corre em diferentes tipos de circuito, a preparação física é diferenciada. Nas provas mais desgastantes os pilotos chegam a perder até 4 kg. Assim, cada atleta tem sua fórmula de reidratação, quase sempre uma mistura de isotônico e água.

“Durante a corrida, em toda parada para reabastecimento, tomamos água numa garrafinha que nos dão. Chego a perder de 1 a 2 kg por prova e por isso levamos no carro por volta de 500 ml de isotônico, para repor as perdas de minerais.”, comentou Mario Moraes.

Desde dezembro o piloto passou a dividir o tempo entre a preparação física e os cuidados da filha recém-nascida, Mikaella. O paulista disse ainda que, nas semanas de corrida, sua agenda será bastante apertada devido aos compromissos com patrocinadores e mídia, que se tornam mais intensos. Então, é necessário encontrar o equilíbrio, para estar descansado nas corridas. “A perda de peso varia muito de pista para pista, mas no meu caso sempre há uma perda de aproximadamente 2 kg. Em corridas sob calor intenso, como ocorrerá em São Paulo, a perda é maior, podendo chegar a 4kg. Isso exige ingestão de líquidos antes, durante e depois da prova”, disse Castroneves.

A São Paulo Indy 300 terá transmissão ao vivo pelos canais Band e Bandsports, além das rádios Bandeirantes e BandNews FM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *